19/12/10

Listas de Prrenda de Natal

2 charrôques Escarrapachades
Ouve lá, nã se pode verr blogues de melhêrres caté enjoia. É só listinhas de Natal caté farrta. Ê cá vou fazerr uma à sérria, à home, ca merrda du carraças, inté os olhes vã ficarr toudes arremelgádes com as nuvidades e espatações quê vou aprresentarr. Só uma achega, isto são pedides, fãs podem cumeçarr a juntarr dinhêrre prra me comprrarrem qualquerr coisinha. Atão cá vai:

1 - Barrque a sérrio
Prrontes é insse même, este barrque prra pescarr nã é o toupe de gama, mas já ajudava. Tein parrtes blindádas e su Estáde acharr cu Charroque é uma especie Setubalense a prrutegerr deverriam darrme iste. Iste dá prra pescarr com outrra cólidade, prra passearr com os fãs e fazerr as famosas raives parrtis du Charroque. além disse erra uma mais valia prra Setúbal.

2 - Anzol de Ourre
Se olharrem prra esta imagem e pessarrem cómigue vão comprreederr a imporrtância du enzol prrá nossa vida. A vida é coume um enzol, querr dizerr, quande entrrames nela nã tein volta a darr prra trrás. Se andarr prra trrás nã dá bons resultádes, e quein anda prra trrás é o carrangueje. Uma pequena pausa, ma porr quêque dizein cu carrangueje anda prra trrás sié mentirra? Quante munte anda prró láde. Continuande, se é comá vida que seja de ourre e de muntes kilátes. O enzol é quile que me dá o frrute du mê trrabalhe, é uma coisa tã imporrtante comós tijois prró trroulha, as máquina da casio prró engenheirro, as serringas prró endrrógáde, os BMW's prrós pulitiques, os rendimentes minimes prrós nã fáz dnhum, é pá já me tou a esticarr um pouque, venha de lá esse enzol de ourre que vos compenssarrei.

3 - Canivete Suisse de Diamantes e ourre
Iste custa só 50.000 dolárres, mas ê cá quande tiverr que currtarr linhas tein que serr à grrande. Um gaje terr uma linha ou um cábe porr currtarr, porr vezes é piorr que um poulve à volta dus tomátes dum gáje, nã ata nem desata! Tein que se currtarr logue, logue e com cólidáde!

4 - Fiat 127 melhurráde
Come sabein é o mê carre de eleição, mas agorra crria assim com uns melhorramentes quié prra fegirr a quein vierr atrrás de mim. Ê cá sei que ná é fácil mas ê cá querre o rádio com aquelas cassetes munta manhosas que mai parrciam uns sabunetes gigantes.
5 - Redes de Pesca
Tou necessitáde de redes de pesca novas de alta cólidáde, com um barrque daqueles que vocês com cerrteza me vão ofrrecerr tein que terr matrrial de cólidade e à alturra...Iste é redes prra pescarrem pêxe grraude come se vê nu exemple, sein espinhas même!



6 - Jetski
Ê cá querre um coisa destas, iste é um 3ein1 nã dá hipótese! Podemes diverrtirrsse quié o mai óbvio, podemes agarra duma redes, fazerr umas atadurras dárr uma grranda arrda e apanhames peixe com farrturra. Tamein se pode salvarr munta vida com um patinete de áuga destes.



7 - Chapeu Quentinhe
Um gáje même que teja du alte marr da pesca, cheie da escamas, com um brrióle que nã sonha a ninguein, chei dágua du marr e salgadice, toude cagáde, nã querr dizerr que tênhe que tarr mai feie có batelão da Sécil. Prra tal coisa, ficarr bnite e quentinh nada melhorr cum gorre verrsão estendida desses ai em cima.



8 - Trofeu
Epá já tou farrte, a sérrio, eu parrtcipe em tudo quante é campeonates de pesca, mas a malta sabe bein comé que ê sou. Quande veien o Charroque a parrtciparr desistem logue à parrtida e óspois nã tein numárro minimo de parrtcipantes e fique sózinhe a olharr prrós enzois.



9 - Meias a Pilhas
Esta meias devem serr um espetácle. Ê cá sou um gáje de pés semprre munta frrios e podem confirrmarr ca Marria Charrouca quela nã me deixa mentirr. Ê prrecise diste come tude, alein disse tamein deve darr prra aquecerr o térrme do café. Baterria de litio com carregadorr e tude.

10 - Camisa Flanela Já tenhe montes delas come se deve calcularr. Mas esta com alguns códrrádes esbrranquiçádes pelo meie nã tenhe e botões prrêtes clárres é quié munta rarre.







Malta faltem pouques dias prró Natal, ainda conseguem irr a tempe prra mófrrecerrem qualquerr coisinha.

08/12/10

A pulssêrra du equilibrriu...catapumbas frrounha du chão!

4 charrôques Escarrapachades
No outrre dia ê cá ia a passearr da baixa ali prropé du larrgue da ribêrra velha e já ia cheirrande a outoune, tava eu completamente enebrriáde com o chêrrête a castanhas assádas quande sinte uma espécie de terramóte laterralizáde só prra um lade, cheguei a darr 3 saltes ó pé cuxinhe. Iste aconteceu quande ê cá ia em dirrecção do tunel do larrgue da ribêrra velha, même ali em frrente do café Fugas Lusas que tein coisa munta girras. Já agorra falande nisse. Este marrmanje fez duma coisa única aqui em Setúbal, vende prrodutes apenas de Porrtugal, foi um currajose e ainda perr cima é mê amigue du pête. Passem lá quié obrrigatórrio. Áh, ma come ê cá ia dizênde, tava em dirrecção do Tunel ma du lade de cá da árrvurre e reparrei que tava o chão racháde, mal crria eu acrreditarr que du outrre láde tamein! Epá podem irr lá verr quiste é das mais purras das verrdades. Mas u mê oitáve sentide perrcebeu logue caquile já dividiu o munde ó meie! Epá même aqui da cidade de Setúbal, comecei a pensarr e tein même touda a lógica. Aquela estórria do Trratáde de Torrdesilhas é uma grranda trreta, metáde du munde já perrtenceu a Setúbal. Andei a investigarr e descobrri, em escrriturras mais antigas có cagarr de cóqurras, cavia o lade de cá e o lade de lá. Fazende as contas dá precisamente dois ládes que dividide ó meie e sumádes novamente rverrte inteirramente prrá unidade comprruvande que a nha teorria tá mai que cerrta, o munde é um e pode serr dividide em dois. Assim sende, alguem marrcou prrecisamente porr ali. Nã consegui foi descubrrirr a data do acontcimente porrque ê cá sou bom a matemática ma nã exagerrêmes. Se calharr com aquelas técnicas do CêéSSi chegava lá, bastava medirr a larrgurra du trráce com um fósfurro, parrtirr ó tamanhe exácte, queimarr num tubinhe em váque, cheirrarr o fume dirrectamente das narrinas, contarr os minutes que ficava adurrmecide, multiplicarr porr 7 ó 8, acrrescentarr uns zêrres e prrontes. Mas insse dá trrabálhe, esquece lá. Perrtante esta situação já lá vai há munta tempe ma tá a trrazerr repecurrsões pós dias de hoje e ê cá vou explicar tudinhe. Uma balança tamein tem dois ládes, o munde com dois ládes, e como o cunhecêmes nunca teve equilibrráde. É us riques e os póbrres, é os prrête e os brranques, é us bons e os maus, é os Setubalenses e os Lisboetas, é a marrgem sul e o reste, é os gorrdes e us mágrres, etc, etc. Iste prrecisva de um grrande contrrapêse prra resolverr esta situação. Epá, ê cá jurre-vos que passei 1 semaninha inteirra fecháde na trrainêrra mai linda, quié a Marrgarrida do Sáde, a penssar du assunte, prra resolverr à sérria. Fiz munta experriência, e não vou entrrarr em purrmenorres que vocês nunca irriam perrceber. Resuminde i barralhande consegui crriarr uma pulseirra do equilibrrio. É uma coisa munte simples, é fininha e lá dentrre (iste niguein sábe) tein uma redondela magnetizáda com a desgrráça dos outrres e revestida a ourre e diamantes. Assim consegui o equilibrrio e quein a usarr vai andarr equilibrráde, ma nã tein nada averr com o nã cairr. As pessoas desvirrtuarram o conceite orriginal, porrque ê cá sei de pessoas que usarram a pulseirra e nã foi porr causa disse que nã se estatelárram plas escádas abaixe! Sim, é usarr a pulseirra e sente-se logue qualquerr coisa, mai nã seja um aperrtão dus pulses, porque caquile é prra usarr bem aperrtáde prra nã cairr du equecimente. Prra comprruvarr, quande tiverrem a pulseirra pósta, vão até ao larrgue da ribêrra velha e obserrvem o chão à volta da árrvurre, passande um merridional ein que uma ponta tá du tunel e a outrra da pulle and bearr, junte da arrvurre tão lá as rachadurras. Agorra ê cá ande é com um grranda prrublêma, inventei a pulseirra e nã há marrca que nã tenha a pulseirra, roubarrem-me a patente, deixei os planes du balde du peixe e ê cá advinhava lá que fossem roubarr aquile com mau cheirre du carraças. Mas o Charroque da Prrofundurra tamein só tinha um objective, erra cas pessoas andassem dirreitinhas da cabeça cá ein Setúbal, mais ou menes consegui, mas lá prra Lisboa é que tênhe que exporrtarr ós magótes prra cerrtes sitios, porrque dali tein vinde munta desiquilibrrio prró país. Ê cá já disse, há ali uns que nem com as perrninhas e os brracinhes revestidinhes a pulseirras conseguem abrrirr a boca prra dizerr uma coisa dirreitinha! Ainda nã pensei foi pulseirras tipe culeirra prró pescóce...

19/11/10

Cimeirra da NATO - Já erra prra mim...

0 charrôques Escarrapachades

Apá esta malta de Lisboa tein da mania caté farrta. Atão a tã faláda cimeirra da Nato erra prra serr em Setúbal come toudes nós sabêmes porr causa da segurrança. A gente tem aqui sitios que niguem lá entrra e quando entrra muitas vezes nem sai. Prraquela malta touda erra o ideal. Juntávasse o util ó agrradável...mas adiante...acabou porr serr em Lisboa e eu recebi um convite, mas prra varriarr foi um "convite especial", isto é, nã face parrte da Gueste Lista porrque sou uma perrsonalidade ultrra secrréta. Tenhe que passarr pelos dois niveis de segurrança que forrm implementádes, mas esta gente é parrva? Ê cá já cheguei a jegarr na consola da miúda jogues com mais de 20 niveis e ultrrapasseios, oulha apá quê insse? Tal é a segurrança quê cá tirrei o mapa da Interrnet e consegui ultrrapassarr toudas as barreirras sem prrublêmas de maiorr, mas ê cá pásse a explicarr quié prra ficarrem a saberr tude desta grrande festa mundial.
Eu cá ache caquela festa tá mal, nã têmes dnhêrre dnhum, comprram-se blindádes que custem cerrca de 1 milhão de eurros, achem barrátes? Nã há dnhêrre e gasta-se assim, sem mai nem menes? Atão nã dava com a prráta da casa? Vão dzêrr que nã havia nada? Até davem umas trrainêrras com rodas todas arrtilhádas com prregadôrras automáticas mas madavem enzóis bem afiadinhes. Se querrem saberr a NATO prra mim é uma merrda desnecessária, à conta dinsse prra agrradarr ós guverrnadorres amarricanes dum cabrrão, gasta-se dnhêrre em arrmamente, milhões que dizem que nã há clarre está veiem tirrarr adonde? Ó zé puvinhe! 
Só a cena do hotel de cinque estrrelas é quê nã consegui darr a volta, onde ê fiquei até tinha mai estrrêlas, foi même ali ó relente no jarrdim do parrque das nações la á no meie dus arrbustes. Fui ó superrmerrcáde e comprrei umas latinhas de cerrveja de marrca brranca e batatas frritas prra me entrreterr. Foi uma noite nem passáda.
Depois eu tinha que engendrrarr um alte plane confidenciale que mai ningueim soubesse e prra prrevenirr isse foi porr insse quieu vim sózinhe. Atão começou o sal das batatas a fluirr pelas veias acima e abaixe e veio-se-me à cabeça uma ideia. Iste é daquelas merrdas que mai ninguein salembrra, mas o Obama táva porr cá. Eu cá pensei, o homem vai de cerrteza à casa de banhe, um gáje tem que cagarr e mijarr. Nesse mumente vou tamein à casa de banhe e tênhe um plâne infalivél. Atão, prrimêrres fui comprrarr um pacóte de ketchup de linha brranca quiste tamein nã dá prra mais. Nas redondezas fui a todas as casas de banhe de homem e coloquei quetchup nus órrinois e das parrêdes, e iste prra quê? Quande os segurranças entrrarrem prra verr se tá tude bein, achem logue candarram ali à porrada e catá cabeças derrem dus órrinois, na dúvida vão emborra e como alterrnativa só vão sobrrarr a casa de banhe das melhêrres. Aquile comé é só grrande vigas de home a fazerr de segurrança, nã há mácho quentrre da casa de banhe das mulhêrres e perrtante fiquem à porrta. O Charroque tá lá dentrre. Meti um becáde oile lá dus motorres da Marrgarrida du Sáde opé dus órrinois, du chão. O Obama deu uma escurregadêla cainda entalou a picha contrra o órrinol só prra nã cairr. Com este estrrafêgue nã tinham mãos sufucientes prrá agarrárr du carrtão da cimeirra então o carrtão de acésse prra entrrarr da cimeirra cai esparrvalháde du chão e eu tirrei logue uma ftugrrafia sem ele verr, porrque ê tava dentrre da casa de banhe a fingirr que arriáva o calháu. Porr acáse começou em fingimente e depois deume uma dorr de barriga que tava a verr que nã tinha tempe de apanharr o Obama. Lá trrabalhei aquela cópia manhósa e fiz um carrtão de acésse à cimeirra com o nome do Obama. A prrimêrra barreirra de plicias foi mai complicáda porrque prra disfarrçar falei du melhorr inglês qu~e cá sei. “heearr mai Carrtunaite fóre the Cimeirre of NAITE!” O Plícia olhou prra mim e disse “Olha-me este armado em esperto!” Quande ele viu a corr da nha pelo touda queimadinha do sol e du enrregelamente das noites du marr e viu o carrtão a dzêrr Obama até ficou tã brranquinhe que nem uma tirrinha de choco antes de frritarr! Eu acrrescentei logue “Luke, donte crriaite prroblems sone, É cerrte que porr onde ê cá passáva o carrtão dava semprre verrmêlhe, ma quande viam o nome pensavem de cerrteza “eia ganda manobrra de diverrsão prró Obama tarr em segurrança, aqueles amarricanes são même inteligentes!” E pensavem cu Charroque erra o Obama disfarrçáde! Á grrande même! Aquile erra acepipes e bebida porr todó láde, champagne? Apá caganda xpetácle, já só malembrráva de beberr na passagem du ane, quiste tá même mal de carcanhól. Erra só crrómes porr ali e dos rárres, dava même prra completarr a culeção duma só vezáda. Chegou a alturras tantas que já táva um bucáde azuáde e nã cunhecia ningueim, só même de vista. Trrupecei lá num emprregáde e escarrcacheime toude ó comprride duma mesa cheinha de caviarr, ostrras e champagne, caganda desperrdicio! O prrublêma foi que se encaixarrem dus mês pés as ostrras e desatei a escurregarr porr ali afórra. Aquile erra a verrdadêrra patinagein Ostrrística! Foi brrutal! Querr dzêrr foi brrutal porrque acabei porr irr contrra uma daquelas jarras chinêzas que vendem ó desbarráte da fêrra, mas aquile erra do tamanhe dum bidon daquêles cagente córrta ó meie faz logue dois fugarrêrres même cheie de farrugem. Atão nã é ca merrda da jarra nã se parrtiu?!?!? Porrtante podem calcularr come é que eu fiquei. Tive quirr da casa de banhe, alimparrme e aprruveitei e trrouxe logue uns sabnêtes e uma toalha turrca com o simble qualquerr, ma tamein na intrréssa, o que intrréssa é que foi de borrla. Tanta segurrança e nã me prrutegerrem, crrómes du carraças. 
Quande passámes prrá sala onde toudes falam e nã dizem nada, tambein consegui entrrarr com touda a facilidade. Alevantei o brráce prra falarr. “Pá sóces e parrigas de toude o munde em prrimêrre lugarr querre dzêrr cagrradcia a vossa prresença em Porrtugal mas erra prra gastarrem o vósse dnhêrre  e não o nósse. (consegui continuarr a falarr porrque se viu candavam à prrocurra de várrios trradutourres de várrias linguas parra Charroquês e nã tava fácil...) Eu cá nã goste da Nato, goste mais ali dirr beberr dumas minis, jegarr mattrêques com os amigues e desatarr à porráda même ó souque sem usarr árrmas dnhumas, sé que me tão a perrceberr. Ê cá nã goste de beijarr u cú ós amarricanes e ós outrres tamein não, Porrtugal nã faz mai nada se não abrrirr o cu ós amarricanes. Obama, tu meu grrandessíssime...senhorr tu és come uma cabeça du pólve e os póvinhes aqui da Eurrópa são os tentácles. Eu gostáva de verr alguein com tumátes ein Porrtugal prra deslarrgarr esta merrda da Nato que gosta da paz pela guerra! Antes de fazerr uma ofrrenda vinda dirrectamente dus Setubalensses gostarria de deixarr em cima da mesa um assunte conspirratórrio que tá prra serr resolvide há munta tempe, é o Vitórria que nã ganha o campeonate porr causa da conspirração quiá contrra Setúbal. Vivó Vitórria que faz hoje 100 anes!!!” O fim é que foi piorr porr cumecei à amandarr peixe poudrre paquélas frrounhas e aí já nã prrecisava de trraduções e perrceberrem logue à prrimêrre. Arrastarrem-me dali prra forra e ainda rasgarrem a nha farrpela mai linda ós códrrádes verrmelhes. Olha foi virr prra casa ma cheguei feliz, disse o que tinha a dzêrr e nã comi denhuma porráda da cachóla. Nem passei do prrimêrre dia da Cimeirra e já cá tou da nossa cidade de Setúbal!

19/10/10

Manual complete como chegarr da loja charroco.net

3 charrôques Escarrapachades
 charroco.net
1 - coloca-te ao centrre du munde, sabes dondé? É da prráça du Bocage! Põe-te a andarr em dirrecção à rua da Antecipação, quié a mêma rua onde já foi a Maxime Duti, quande virres estrráda de alcatrrão, só parras se vierrem cárres, vai em frrente e burrifate da passadeirra, se não vais perrderrte na cerrta. Du outrre láde da estrráda, vais encontrrarr 3 ruas fininhas, escolhe a du meie. Anda prrái uns 100 metrres, prrocurra o nº62, é só olharr prró lade dirreite. Ao láde dum sapateirre.

2 -  Ok, tu gostas de caminhes mai complicádes e nã tás prra fazerr o quius outrres mandam. Se gostas de corrtarr o cabêle na Luisa quié a mai famosa cabeleirreirra da cidade, que consegue fazerr de tude dum cabêle, sié cabele às corres, forrmates esquisites, punks ou même carrecas que cheguem a virr de lá despenteades, é aqui que deves dirr. Vai até lá e perrgunta-lhe dondé, até apóste quêla vai responderrte quié même porr trrás du estaminé dela. A Luisa fica ali prropé da loja de roupa Arrlequim e du café trricky trricky.

3 -  Teins um GêPêéSse ou um telemóvel com GêPêéSse, tá na horra de porr pela prrimeirra vez insse a funceminarr. Ou insse serrve só prra fazerr show óffe prrós amigues? “Inté tein GêPêéSse…” Já te tou a ouvirr.
Coorrdenádas GêPêéSse: 38.52442, -8.8956

4 - Tás même à norra, nã fazes a mínima ideia das referrências quiê dei prraqui nos pontes anterriorres e tens pouca paciência prra coordenadas GêPêéSse. Pega du telemóvel e liga 918300578 e ê cá ajudete, ok?
TU TENS QUE ACRREDITARR, VAIS CONSSEGUIRR!

08/10/10

O Farol

1 charrôques Escarrapachades
Este texte saiu orriginalmente na nha parrticipação de estrreia do Jorrnal "O Farol"

Vame lá então abrrirr aqui a secção do Charroque da Prrofundurra, onde tude se diz, tude se fala. Prra dzêrr a verrdade tou toude inchade qnem uma alfurreca assuprráda, escrreverr dum jorrnal nã é toudes os dias. Lá me convidarrem prra dzêrr aqui umas verrdades, ó prrencipio ainda fiquei prriocupáde.Apá, um gaje nã pode tarr a escrreverr dum jorrnal assim de qualquerr manêrra, tein que se terr munte cuidade come se escrréve, se constrroiem as frráses, çaprresentem as ideias. Alembrrei-me logue, vou escrreverr du computadorr e ligue logue masé o dicionárrio de verrificação orrtugrráfica de Charroquês. Tá garrantide, livrre dêrres! Sim, é verrdade fiquei contente porrque iste é um jorrnal de reflexão, querru eu dzêrr, nã é tipo escrrita bate-e-foge. Escrrever, lerr e esquecerr, venhem de lá mai 2 ou trrês morrtes questa nuticia já enjoa. A inforrmação aqui em Setúbal tem que mudarr, e esperro que desta vez prra melhór. O nome Farrol tamein digasse de passagem que tá même à manêrra. Aqui na redação, eles nã querrem quê diga, mas ê cá vou terr que dzêrr, foi o Charroque que inventou o nome deste Jorrnal, iste tude porr causa duma aventurra quê cá tive recentemente aqui em Setúbal, da nossa grrande cidade. Um dia deste ê cá bebi um bocáde mais cá conta e ódespois já nem fui da nha embarrcação à pesca, só foi a nha malta que farrtarram-se de esperrarr e ê cá nunca mais chegava ó barque mai linde quiá, quié a Marrgarrida do Sáde. Prrimêrres foi uma carrga de trrabálhes prra conseguirr chegarr à dóca, ódespois dei ali munta volta prra tentarr acharr o barrque. Apá, táva même desesperráde! Assim de repente, nos trrês ou quatrre neurrónio que ainda insistiam em funcionarr tive duma ideia, o Farrol. Epá, se eu acharr um farrol aponte prró marr e ache eles e é só enviarr umas sinalefas queles perrcebem logue que sou eu. Dei munta volta, é verrdade, mas aquile erra logue ali ó láde, eu é que tinha bebide um pouco e táva um pouco perrdide. Quande lá cheguei tinha duma porrta com fechadurra e cadiáde, prontes pensei logue que táva lixade. Lembrrei-me, epá tênhe aqui dois ou trrês enzois du bolse da nha farrpela ós códrádes verrmêlhes e prrêtes, e ê cá já vi munte episódio do Magaiverr, aquiçe é simples de cerrteza. Comecei a esgrravatarr os enzois dus burráques da fechadurra e cadiáde e nada, caganda porra! A nha sorrte é caparrceu um endrrógáde com uma serringa desesperráde prra darr a dóse e esgrravatou a serringa do cadiáde e abrriu loge aquile tude. Aprruveitei e entrrei de fininhe e encustei a porrta, agorra erra só subirr as escádias e táva no pape. Quande ê ólhe, nem querria acrreditarr, erra escadias até lá acima em carracol, munte inclinadas e sem currimãos dnhuns! Eu cá que tênhe um mêde das alturras que me péle toude. Ui...agorra como é que ia serr? Da manêrra mai fácil, tein de serr! subirr agarradinhe à parrêdes sein olharr prra baixe! Foi linde foi, aquile erra coisa prra subirr dum minute, levei mai de meia horra. Quande lá cheguei táva estoirradinhe, quase na me aguentava dimpé. Cumecei a mecher das luzes, àpontarr pós barrques e perrcebi logue adonde táva a Marrgarrida do Sáde. Comecei a fazerr desênhes de bolas em cirrculos à volta da embarrcação, epá ma comecei a ficarr zonze e já namalembrre de mai nada!
Adurrmeci toude estirraçáde du chão, opé da luz du farrol. Acórdei com umas belas bolachádas du mê pessoal "acórrda seu budêrras du carraças, tás semprre a reclamarr, ma desta vez só os emprregádes é que forram trrabalharr!", "Apá, seus animais, parrem lá de baterr, ê cá tou bein, atão nã vêm que sim? O quê querria é que me viessem buscarr aqui ó farrol quê cá tive umas caímbrras duplas dus ósses das perrnas, nã me conseguia mecherr! Prrecisáva da vossa ajuda e vocês nunca mais vinhem. Ão de prrecisarr dajuda e ódespois logue vão verr comé cu cão tósse. Ê cá táva ali da doca, dei um pulinhe ao Farrol mai perrte prra serr mai rápide e vocês levarram mai tempe que sei lá!", "Apá Charroque nã teins emenda...Atão tu nã vês que tás du Farrol aqui opé du Jumbe? Deves penssarr que foi fácil acharrte!"
É clarre as pessoas mais atentas acharrem quiste erra uma grranda noticia, mas niguein querria noticiarr esta façanha, o suprrasume do desenrrascance quande um gaije tá mêsme à rasca. Assim aparrceu alguein e disse "vames falarr diste no nove jorrnal O Farrol."

19/08/10

Vudu electrrónique da Arrábida

0 charrôques Escarrapachades
Há prraí munta histórria da cabeça das pessoas e munte mite sobrre macumbas e etecetrras de brruxêdes da Serra da Arrábida. Quein anda du marr é que sábe purrque vê aqueles códigues morrses a serrem flashádes dus olhes dum gáje touda a noite. Às vezes dou por mim e o Russe a dzêrr "ólha, lá tão eles amandarr sinais e macumbices", ponte, ponte, ponte, trráce, trráce, trráce, ponte, ponte, ponte, uns dizem quié SOS, deve de serr, podem até tarr à rasquinha maseu é que nã vou lá! O Petinga já há munta tempe canda a dzêrr que têmes que terr cuidade com isse, mas a gente nã faz case. Numa bela noite o Petinga enchórriçousse toude porr causa já nã sei du quê que disse "Hoje nã vai haverr pescarria, vames ali verr a encosta, a nossa bela Serra da Arrábida." Inda pensei, tu qués verr queste tá arrmade ein Dalai Lama e apetece-lhe meditarr um becáde? Mas nã erra, ele tava même numa dirr popé da Serra da Arrábida verr o que erra afinal de contas aquela cena das luzes du pisca-pisca. Quande távames ali popé da Pedrra da Anicha, deparrarrames com uma luz difrrente, érra de várrias côrres ó même tempe e amandáva um zumbide dus óvides que se ouvia uma voz tã fininha a dzêrr "Pedrra da Anicha, Pedrra da Anicha, anda cá quê trrouce ta picha". Bein, o Petinga quié munta canine entrrou quase ein panique! Assim canine e com a picha trrucida é que ele nã querria, e prra dzêrr a verrdáde, nem eu! Combinámes que deveriame irr verr o que se passava opé daquela luz. Madámes a ancurra pó funde du marr e foumes dum barrquinhe mai pecanine até à prraia. Saimes du barrque pianinhe, tude caladinhe e pé ante pé. Só fui eu, o Petinga e o Russe. Quande já távames porr ali perrte das luzes começámes a verr no chão objéctes munta estrranhes rátes de computadorr entrrelaçádes em transfurrmadourres de porrtátil e espetades porr canetas de Nintendes Dsi. Pedacinhes de silica em grranules lançáde ó chão a fazerr um desenhe à volta daquile tude, o desênhe parrciame um golfinhe. Ê cá disse "epá, diste é qnã táva à esperra!" As luzes funcionavam tudo por computadorr e róbótica de alta cólidade. Cumeçámes a obserrvarr e perrcebêmes que tudo quante erra aparrêlhe tinha livrre dinstrruções ó láde. Comecei a fulhearr e toudes tavam assinádes com um bnêque. Estrranhe...ódespois o Petinga amanda um grrite "Eiiiinnnnnnn, olhá lá atrrás deste arrbuste tá um elevadorr a prrête e brranque!". "Apá Petinga, um elevadorr na Serra da Arrábida ainda vá, agorra a prrête e brranque?!? Atão nã vês quié de noite? Fica tude escurre. Tás a levarr uma varrdascáda desse cu prra verrse sacórrdas nã tárrda munte!" Entrrámes du elevadorr e perrcebêmes caquile lá em baixe erra só computadorres e prrodução de inforrmação, cattrréfádas dela. Olhámes e vimes caquile só funceminava na alturra du Verrão. Tinha lá um calendárrio daqueles de alta cólidade tipe das casas de pneus, com uma mulherr àpontarr prrás datas e só acerrtava du Verrão. A inforrmação aleatórria erra daquela sem impurrtância, daquela ca malta tá de férrias, tein tempe prra penssarr e dão nos palha prra acalmarr, pa distrrairr. Epá, foi aí quié perrcebi cu bnêque erra um Sócrrates miniaturra tipe vudu. Tude iste são manobrras du guvêrrne prra distrrairr a malta. Caganda cena, comecei a verr que Setúbal afinal érra uma base prra prroduzirr inforrmação de merrda prra distrrairr a malta. Porr insse é que sai munta coisa sobrre Setúbal só a dzêrr mal, tipe facadas e morrtus, prra disfarrçarr, só pode serr. Esta cena do Vudu nã é mais cum disfarrce munta bein conseguide parra afastarr o póve, que fóge a sête pés destas purrcarrias.
Olhámes uns prrós outrres e pensámes toudes o mesme e dissêmes bein alte "Vames arrebentarr com esta merrda touda!" O Russe tamein é um ganda fã du Maquegaiverr e fizêmes uma cena même à maneirra. Pegámes duma imprressourra laizerr munta grrande que lá táva, tapámes os burráques de saida dus tonnerres com fita cóla. Ódespois, metêmes dum micrrondas durrante 6:66min, aquile chamou a besta quiá dentrre da Serra da Arrábida e quande arrebentou ficou tude prrête, não há nadinha que se possa lerr jamais! Fica aqui a ftugrrafia prra perrceberrem comé que ficou:
Logue a seguirr, foi fugirr dali prra fórra a séte ou oite pés.
Se reparrarrem as luzes parrarram de uma vez porr toudas e finalmente pode-se andarr daquela Serra da Arrábida sem prrublêmas de vudu.

P.S.: Houve prraí uma sérrie de pessoas que lerrem iste antes, aquela cena prré-editorrial e achou que eu tava a imitarr um becáde a cena do Lóst, acontece que este texte foi escrrite hoje, com uma distância temporral de 8 anes prra trrás. Tude iste foi conseguide com uma máquina inventada pelo Russe e o nosse amigue Finura.

18/07/10

Homenagem a Francisco Finura

4 charrôques Escarrapachades

Opá o Charroque inté tá embassáde com tanta emoção...
A homenagem cu Charroque quis prrestarr ao Sr. Francisco Finura foi même um sucesse, correu tudo 5 estrrelas e mais 2 ou três por diverrsas razões. 
Antes de cumeçarr a contarr come foi na realidade, querr dizêrr quiste tude parrtiu do mê trrabálhe, com a envolvência das pessoas, com a boa vontade de fazerr algo de imporrtante. Prra mim consegui comprruvarr que querrerr é poderr, foi um esforrce que valeu bem apena.
Tude começou um dia que imaginei que poderria homenagiarr o Sr. Francisco Finura por ter sido quem foi e quem é. O Finurras comé cunhecide é o homem dos 1001 oficios, como se pode comprruvar do carrtão dele:
Fez muita coisa e bein, foi e é uma figurra carrismática da nossa cidade.
A coisa fezse e acrreditem, nã tive cá cunhas, acrreditei, nã fiquei à esperra calguein o fizêsse, quis eu fazerr, é assim que temes que penssar, nã tarr à esperra e falarr da bôca prra forra come gustames de fazerr porr vezes e nã fazerr dnhum! Tivêmes cerrca de 125 pessoas nu evente, que teve lugarr no Solar do Lago e forram espetacularres em tude, organização, farrturra de cumida e bebida.
O Charroque convidou a Presidente da Camarra parra estarr prresente e no convite pedi parra darrem o nome Finurra a uma prraceta ou darrem a medalha da cidade. A Prresidente fez um discurrso bnite, emotive e no final deu um quadrre com uma fóto antiga dedicáde ó Francisco Finura e disse que no dia 15 de Setembrre, dia du Bocage irria darr então a medalha da cidade, espetaculo! Foi linde, tôdes aplaudirram.
O Charroque da Prrofundurra com a Presidente da C.M.S.

O Guverrnadorr Civil também estáva prresente, é amigue do Finurra e fez também um bnite discurrse. Tivêmes música grraças ao sistema de som disponibilizáde pelo grrande Chaby, sem ele o pessoal terria que grritarr munte mais e esgatanharr mais a guitarra. O Skoda e amigues também forram impecáveis, a Geogertte de Jesus cantou e encantou, toudes derram de si e só porr isso foi possível terrmes um evente tão espcial como ele foi. 
Gustei de verr um grrupinhe de malta bem nova, quieu ache que têm munta garra e vão darr que falarr, munte obrrigáde a vocemêses, tão a trrabalhar com o Charroque.
Querre tamein agrradecerr ó Sr. Luis Filipe Estrela pela reporrtagem que fez com prrufissionalisme e pela dicas.
Tambein houverrem filmagens, munta ftugrrafia, a rádio azul teve prresente e inté fui entrrevistáde du local, assim come o Sr. Finura.
Nos Finalmentes foi então entrregue a placa de homenagem que tava prrumetida da minha parrte ao Finurras.
 O Charroque da Prrofundurra ofrrecende a placa a Francisco Finura.

Logue a seguirr gerrousse um clima espetacularr toudes, mas toudes querriam tirrarr fótos e estarr ao lado do grrande Francisco Finura, parra mim foi o auge da homenagem...


24/06/10

Carrtão Univerrsal de Sóce do Charroque da Prrofundurra

2 charrôques Escarrapachades
Só prra inforrmarr, quié prra nã dzêrrem que nã sabiam e passam a serr Setubalenses sem identidade!

19/06/10

Ganda noite du Hotel Isidrre

3 charrôques Escarrapachades
O Charroque da Prrofundurra foi lhófrrecide uma noite com a Marria Charroca no Hotel Isidrre. Apá caganda classe! Eu e a Marria quande entrrámes du quarrte até frrutinha tinhames prra cumerr. Espetáquele de vista, ão de verr as fótes quê cá tirrei. Iste é quié vida! Eu e nha Marria vierrmes ao Hotel Isidrre festejarr os vinte anes que cumeçámes a namorrarr. Foi jantarr até mai não. O piorr même foi quande a noite caiu e ninguein saperrcebeu du cancontceu! Já táva naquele estáde tipe peixe de bôca aberrta, nem tá a durrmirr, nem tá acurrdade a babárrsse tôde quande ê cá ouvi uns barrulhes munta estrranhes. Parrcia um barrbatanar no chão du currdôrr du hotel, acurrdei e pensei "ma córras são iste? Txiiiiii, trrês da manhã?!? Porra pode lá serr...". Levanteime, devagarrinhe prra nã acurrdarr a Marria, abrri a porrta devagarrinhe e tava já a esprreitarr da frrésta vinha de lá uma luz fininha parrcia um farrol a lazer. Inté tive quirr buscarr us ócles escurres rêbantes. Fui andande devagarrinhe paqueles curredôrres, sempre aquele barrulhe barrbatianante e luz ó funde. Àquela horra nã tava niguein dus corredourres...epá mas atalhande e deixandeme de descrrições apandleirrádas lá cheguei à cozinha donde vinha aquile tude. Epá, qual erra o mê espante quande ê cá vi 2 anões, não , aquile erram même 2 gnoumes, ê cá alembrreime logue que não devia terr comide aqueles cugumêles noves queles tinhem lá, só podia serr uma visão trransfásica alucinógénica. Eles numa linguagem munta dificil de se perrceberr quié o gnomês mas ainda porr cima come tão em Setúbal ainda fica mai complicade! Erra a autentica lingua mai ancestrral jamais ouvida, o Gnomês Charroque. Ele virrarrem-se prra mim e disserrram ó même tempe "Óai Charroqueai daai Prrofundurraai tuai ésai aai visãoai destaai grrandeai cidadeai. Vaiai verrai oai futurreai queai esperraai. Quandeai teai levantarresai tomaai oai pequeneai almôceai queai teai derremai eai verrásai queai tudeai vaiai acontecerrai!" Bem, ê cá senti um baque du mê peite munta grrande, tipe como se a verrdade tivesse entrrade porr mim adentrre, ma não, afinal foi o cabrrão du Gnome que me deu com a merrda frrigidêrra dos pêtes quê cá tava a entrrarr em trranse! Os ólhes lá desembugalharram, mas os Gnomes lá tavam a prreparrarr o pequene almôce. Fiz um adeus e sentime trriunfante come nunca, senti uma alma sádina a despuletarr dadentrre de mim caté fazia luz verrde vitórria mai parrcia pizagambon. Erra um acrreditarr sem qualquerr dúvida, erra uma cerrteza sem dúvida alguma (epá, parra lá com isse que já tás a meterr masé munta água...), pois, isto é, é pensarr, é fazerr e nã ter mêdes. Quande iste tude se foi desvanecende da nha cabeça lá consegui irr pó quarrte e a Marria nem acorrdou, nã fui acurrdála prra lhe contarr se não ainda me chamava de maluque! E nós sabêmes cacontceu même, né? Durrmi bem dirreitinhe na cama qnem um linguade tôde espalmáde dárreia. Quande acurrdei pela manhã e fui tumarr o pquêne almouce, erra verr a Marria a olharr prra mim porque ê cá tava a cumerr que nem um alarrveirrão, mas e cá tinha aquela menssagem dos Gnomes enfiáda du tótice. Quande acabei de tumarr o pquêne almouce, senti e fiquei com uma cerrtêza, eu cá vou acrreditarr em mim, vou levarr tude à frrente, mas esta cidade vai serr munta grrande, vames terr órrgulhe nêla porrque é nossa e os nósses tão cá e os nósses filhes poderrão porr cá ficarr. É prra lutarr e acrreditar même a sérrio! Ás vezes prrecisames duma pausa para alcançarrmes e acrreditarrmes que valêmes munte mais caquile que penssames, munte obrrigáde Hotel Isidrre!

17/06/10

Almoce de Homenagem ao Finura

0 charrôques Escarrapachades
O Finurra é uma grrande figurra aqui de Setúbal. Prra mim ele reprresenta um grrande valorr da nossa cidade e temes que lhe prrestarr uma homenagem. Parra quem não cunhêce deverriam passarr na página do Facebook do Finurra, quié orrientáda pelos filhes. O Finura fez imense, teve munta prrofissão e ainda porr cima erra bom no que fazia. Vai serr um encontrre simples mas munte sentide, alguém tinha quiu fazêrr. O bilhête vai custarr 15€ pagos antecipadamente com dirreite um crrachá exclusive do Charroque da Prrofundurra com um dizêrr do Finura, dá dirrête a almoce pois tá clarre e só há 250. Vames terr música, fotógrrafe prrufissional, algumas entidades prresentes e os animadorres vames serr todes nós! Se quiserrem encumendarr bilhêtes aqui ao Charroque, eu même vou entrregarr em mão, mandem prró mail charroque@gmail.com que vai darr dirrectamente à trrainêrra Marrgarrida do Sádo.

15/06/10

Charroque Impediu o Fêche da Urrgências Pediátrricas de Setúbal

0 charrôques Escarrapachades

Hoje foi um dia même em cheie, prraticamente sózinhe consegui impedirr cas urrgências pediátrricas nã fechassem aqui do Hospital de São Berrnarrde! Foi même brrutal a cena, ê cá o melhorr que fasse é contarr os prrumenórres. Tavam lá uns quantes e ê cá cumecei a distrribuirr folhêtes porr todes, ficou tude munte intrressade, mas chegarrem-se à frrente quande eles iam prra fecharr as porrtas das urgências pediátrricas, tá quiéte! Inspirrade naquelas cenas cagente vé lá forra a malta tôda acurrentada à porrtas, alembrrême "Porrquê ê cá nã levo masé umas redes de pesca?" Foi cerrtinhe come tarr aqui ó vente da nha trrainêrra a refrrescarr o trrombil. Ódespois peguei das redes de pesca fui à currida enmarranheime nelas e às porrtas tamein, olha ágorra quein é que tirrava o Charroque dali? Tava tode enliáde, o segurrança foi lá arrmade em esperrte, ficou tode entrrelaçade mai parrcia uma mosca duma teia! Epá, ó même tempe passa uma cadeirra de rodas, a roda enroscousse prrá li, prrontes já nã despegou tamein! Batem com a porrta da ambulância, fica lá mais um becade de redes enliadas, a ambulância arrranca, os fios das rede de pesca começam à arrepanharrme tode, os fios fininhes tôdes esticades à aperrtarrem-me tôde, já tava a ficarr tôde esgaçáde, arrebetarram os fios da porrta e saimes tôdes disparrádes. Quande ê digue tôdes, erra eu, o segurrança e a pessoas da cadeirra de rodas. Eu com o impácte fui parrarr de cima do cole da pessoas de cadeirra de ródas, o segurrança coitade dava o que pudia à pata ma com tanta linha de pesca cada vez mai entrrelaçade táva, mai parrcia um novêle, aquile parra dubarr deve terr side du melhorr. Foi uma algazárra porr aquele Hospital, que nem vos conte, de repente os médiques aparrcerram cá forra a dzêrr parra parrarrem com aquile que ele prrumetiam a pés juntes que nã fechavam o estaminé. Eu ainda ouvi "Apá, vames continuarr com iste aberrte, porrque se iste é só um a fazêrr atão se forrem os 250 sóces e parrigas que tão lá forra?" Querr dizêrr que ficarram même cagádes da mêde. Os Setubalensses conseguirrem prruvarr que têm munta forrça e que podem ganharr batalhas futurras!
Epá agorra querre acabarr com uma frrase inventáda porr mim que é das melhorres coisas desde o Bocage: 
"Com Charroque da Prrofundurra Setúbal vai renascerr das cinzas ódesquecidas dum burraque qualquerr!"

11/05/10

Terrce com Crrucefixe Flurrescente e o Papa

0 charrôques Escarrapachades
Tá a chegarr aí o 13 de Maie, e antes cumeçou tude a perregrrinarr pa Fátima, tude a pé. Ê cá táva de converrsa lá da trrainêrra e táva falande da inssegurrança quié andarr a pé purr essas estrradas afórra de qualquerr manêrra. O negóce nã vai munte bem e tão semprre a dzerr cuma pessoa tenque saberr inuvarr. Epá, de repente fez-se luz na nha cabeça, ma quande ê cá digue q se fez luz é purrque fêz même! Tive a lembrrança de fazerr um acessórrio que vai fazerr parrte du Prrugrrama Nacional de Segrrança, usarr o Terrce com Crrucefixe gigantóne flurróscente ó pescóce. Comecei a imaginarr os perregrrines todes equipades com o dite terrce com crrucefixe a flurrecerrem à volta du pescôce, toda a gente vai verr essa malta ao longue da estrrada. Que marravilha, que espetácle, luz naturral prruveniente dus pescóces das pessoinhas. Comecei a percorrer os mêsmes caminhes cus perregrrines e a venderr os terrces com crrucefixes flurrescentes. Aquile vendia-se querra uma marravilha, nunca vendi pêxe dnhum nessa velocidade. Nã havia ninguém que nã comprrasse o terrce com crrucefixe flurrescente. Aquile erra olharr pelas estrradas à volta de Fátima e conseguiasse verr filas pirrilau de gente flurroscente! Inté consegui uma coisa nunca conseguida, querra ultrrapassarr a murralha da China como o únique monumente que se consegue verr da lua. O Charrôque conseguiu ultrrapassarr isse, porrque fez um currdão humane flurrescente que consegue serr viste da lua! Só aí foi ganharr notarriedade e tôda a gente em Setúbal sabe quê verrdade, o Charrôque vendeu quase um milhão de terrces com crrucefixes flurrescentes. Havia gente que se ajuntáva prra descanssarr e nem ligavam uma lanterrna, cnã havia necessidade. Inté vi um gaje à acenderr um cigarrinhe com os pésinhes do Jesus Crriste que tá no crrucefixe! Come se sábe as grrandes invenções tem semprre gente invejósa, tinha caparrcerr alguém prra dzerr mal e destrruirr um sonho tã flurrescente, tã luminouse. Cumeçarram a dzerr cus terrces com crrucefixes erram tã flurrescentes que, à noite, encadeavam us carres nu sentido contrrárrio! Erra cada acidente..., ma tou convencide que forram merras coincidências. Aparrceu um gaje das Caldas da Rainha com uma vela prra queimarr em furrmáte de mangalho, erra tante homem a comprrarr aquile prra que possam terr umm coisa maiorr. Come o Charroque nã é de Fátima, foi o lobby da vela de cerra em forrmate de mangalhe que nã tava a terr a devida atenção. Andarrem a espalharr caluz du crrucefixe encadeáva os carres e prruvecava acidentes.O que ninguein sabe é que o Papa hoje vein à noitinha, de madrrugada aqui terr cómigue, é um dos desvios secrretes oficiais quêle tem. Porrque ele querr me reverr, da outrra vez fui eu ao Vaticane, dei-lhe a cunhecerr um dus melhorres prrodutes porrtugueses, a  mini! Tivémes a noite tôda a rezarr a essas benditas garrafinhas! Foi alta festarrola, ahh...querr dizêrr, foi mais uma homilia...epá iste soa-me a um bocade apanisgade...foi o que foi e prrontes. O Papa vein esta noite aqui à Marrgarrida do Sáde porrque ele realmente querr implementarr o P.A.S.P.A.L.H.O. (Prrogrrama Active de Segurrança dus Perregrrines Altamente Lutadorres Habilidoses e Orradores), que consta fazerr com que os perregrrines usem todes o Terrce com Crrucefixe flurrescente ó pescóce. Clarro que eu já abasteci a geleirra cheia de pais nosses e avés marrias, vames rezarr munte esta noitem esperro eu. Depois amanhã de manhã, se acharrem cus ólhes du Papa tem muntas olheirras, já sabem perrquê! Ahua, abrre já a bôca toda...

04/04/10

Férrias da Páscua 2010

0 charrôques Escarrapachades
 Más um dia de trrabalhe e lá fui fazerr umas comprrinhas à prraça. Comprra aqui, comprra acolá e lá enchi as alcófas de bons alimentes aqui prró buche. Já ia a sairr da porrta prrincipal, logue ali um papelinhe que me chamou a atenção, tinha escrrite "7 Dias de Férrias Grrátis". Epá, ê que nunca ganhe nada, deslarrguei os saques todes du chão e apanhê aquile com uma grrande velocidade, mai parrcia a uma enguia a deslizarr pelo empedrráde! Aquile ali é tantes olhes a olharr, cum gaje prrecisa de terr cuidade e neste case, atitude. Iste purrque ali ninguém é rique, qualquerr merrda plantada du chão é come se fosse ourre! Andande da converrsa porrque inda agorra nem vai a meie prra pederr explicarr coméque ê fiquei tã caladinhe tante tempe. Aparrceu um grrande amigue meu e a melhêrr, virrem-me tã contente perrguntarram logue o qué que se passava. Eu contei lhe tude purrque são uns grrandes amigues du peite. Ele disse logue "Apá Charroque tu tás semprre metide em grrandes alhádas e já tens nome em tude quante é sitio, o melhorr erra nós irrmes tamém, ê levava os mês filhes e tu ias à babuje com a tua famelga...", o Charroque disse logue "Eu é quia à babuje?!?!? Atão ê cá é cachei esta merrda! Ok, ok, já perrcebi, nã tenhe outrre hipótese...". Não é juste mas ê cá tive que me renderr às evidências...Atão aquile érra prra Marrbellla, grranda show! "Marria Charrôca, prreparra as malas, quê já estacionei a Marrgarrida du Sáde e vames de férrias!!!". Apá, a Marria Charrôca ficou com a bôca tôda aberrta parrcia um saque de plástique do Jumbe tode esgaçade. Lá fomes tôdes de seguidinha de carre, foi cá um canseirra, semprre dentrre dus limites de velocidade, pensava eu, puurrque quande o pelícia me péde prra parrarr ê disse que pensava que erra tude regide pelus limites de velocidade da Alemanha..."Sô Pelícia, ê cá nã crria acelerrarr até ós 200 à horra, mas ê tenhe um joanête munte prrenunciade quencalha do acelerradorr e nã consigue parrár, ê cá pósse mestrrarr o papel du médique", o cabrrão do espanhol só dzia "Non ten tiendo...", "Apá sóce, ê cá nã sou denhum pilantrra que vai prra uma tenda, oulha...já tás masé a porr munto assunte do monte de chatice que tás prrá qui a criarr", o cabrrão "Viene aqui, ó té voi à cerrrarr", "Oulha deves tarr penssarr quê sou dalguma peça do AKI prra me serrárres..." Olha, fomes emborra antes quêle se decidisse a puxarr du gatilhe da pistóla que já tava da mão..."Apá crróme, da prróxima vez nã te ponhas da frrente parra atrrapalharres a viagem, assim demórre montes da tempe!"
Quande chegámes a Marrbella, os mês amigues entrrarram du rézorrte a meie da tarrde, eu mais a minha famelga ficámes ali das imediações até se fazerr de noitinha prra pederr entrrarr du rézorrte. Lá entrrémes de fininhe. Lá en casa erra tude ó molhe e fé nu pouque espáce caquele Tzêrre nus reserrvava...Na manhã seguinte foi logue à corrida prrá pescina, fomes us prrimêrres, foi logue esquelhêrr a cadeirra de estirraçarr o currpinhe na linha da frrente. Pedimes uma canecas valentes, umas atrrás da outrras, táva ós cámones a montes. Começou a ficarr calorr à patáda, fui darr um banhinhe, dême uma vontade enorrme de fazerr uma grranda mija. Ê crria sairr da pescina e nã conseguia, erra putes com as bolas dum lade prró outrre, amerricanes que mai parrciam camions tirres que nã deixavam passarr nada, vime aflite que tive que fazerr dentrre da pescina, foi uma desgrraça completa. Começou uma aurréla verrmêlha à minha volta, cumeçou tude a olharr prra mim...caganda merrda! Agarrême à prrimêrra melhêrr que tava ó mê lade e gritei "é a melhêrr espanhola que tá com o prriúde, tadinha tásse a esvairr em sangue. Alguén cacúda!" Ganda alívio, foi um aliviu duple, safê-me de boa e fiz o mê chichizinhe..." Epá, já nã pude voltarr popé daquela pescina se nã podiam desconfiarr dalguma coisa. Epá, ê cá nã me posse é desquecerr du pequene almoce bufê queles lá tinham, e ó se bufê, bufei e nã foi pouque com a contidade dóves mexides quê cá comi. Logue do prrimêrre dia de manhã, quande fui tumarr o pequene almoce, erra um marr de comida, tanta varriedade, parrcia que tava no Merrcade do Livrramente, só caqui táva tude cozinháde. O prrimêrre prratinhe ia de cagule, mai parrcia as pirrâmides de Gizé...Foi à farrtazana, oves mexides, ogurrte, cerriais, leite com café, queijo, fiambrre, compotas (trouxe uma de cada parrcia crrómes pá queleção, até trrouxe pá trróca...), toda a cólidade de pão, etc, etc. Aí, quande ia nu quarrte prratinhe, vierrem terr comigue e perrguntarram "Basta de desayuno!", "Oulha, apá, até nã é questes Espanhois são même à manêrra, ê cainda só vou nu quarrte prratinhe e eles a dizerrem que posse irr até 10 a 1, apá companhêrre, ê fique bem assim, ma já quinssistes ainda vou fazerr umas sandóchas prra levarr prró meie da manhã!". À manêrra même. O últime dia é que foi du piorr, nã táva à esperra, con tã boa vontade da espanholada, acabei porr serr mal trratáde. Fui prró campe de golf, aluguei uns táques queles tinham prra lá e fui com o carrinhe até ao campe. Começámes a darr umas tacadinhas, ma nã havia meie dacerrtarr da merrda da bóla! Irritei-me virrê-me prró mê amigue e disse "Apá sóce, põe lá o carrinhe em andamente, ê cá pendurreme de ladéques e vou dande uma tacadas em movimente!", "Charroque, grranda ideia!" Quande acerrtava a tacáda, erra cada fuêrrada. A bola devia darr os duzentes horra! A dáda alturra acerrtames da mão dum cámone, veie tôde furriouse prrá gente, cagente tinha-lhe parrtide o Rolex dóurre "Oulha, apá bife, désses roléxes há lá opé da prraça à patáda, ê cá conhêce a tua laia, querres é carrcanhól prra pagarr as férriazinhas!" O homem foi tode chateáde fazerr queixas e foi aí que correu mal, parrece cafinal o Rolex erra duma imitação munte boa e o bife camóne também parrceu serr munte imporrtante...e eu cá é que que me lixei...mandarrem-me emborra prra Porrtugal. Ê que tava a querrer inovarr, a inventarr um nove desporrte, querra o BuggyGolf, já tinha 2 adéptes e tude...Apá, sou même um imcompreendide.

24/03/10

Marrgarrida do Sade Rave Parrty

4 charrôques Escarrapachades

Epá, erra sêxta fêrra à noite e assim de repente resolvi fazerr uma grranda festa même da minha trrainêrra. Iste tá munta mal e nã tá prra gastarr dnhêrre duma merrda qualquerr prra fazerr uma festarróla. Prronte, esta noite vai même serr da Marrgarida do Sade, a trrainêrra mai típica e invejada de Setúbal. Bem, prra haverr festa tem caverr música, lá convidámes um bom DiJei, o Daniel Dee Costa, grranda homem! Disse logue que sim em irr lá prra trainêrra porr música da boa e porr aqueles sóces e parrigas todes a dançar. Começou com um set munte bom e bem à manêrra prra todas as idades. Aqui o Charroque com a grrande ajuda da Marria Charroca, conseguiusse orrganizarr uma festança. Cada um levou quemida e buida que achava melhorr, epá ma tem caparrcerr semprre uns unhas de fome que levem torrtas da Danecaique e gasosas do Lider...Atão nã pdiam levarr assim uma grradzinha ou duas de cerrveja e uns blinhes fêtes lá em casa? Táva tudo lá dentrre e arrancámes com a trrainêrra dali prra forra parra se puderr fazerr barrulhe à vontade. Começámes a beberr uma caipirrinhas même à manêrra, inté faziam fila pirrilau prrá gúela, ai tã bom! Com aquele som e bebida começou a darr uma fôme e vá de cumerr e dançarr, iuuuuuuuuuuuu! De repente parrcia que tinha leváde com o holófóte da pelícia marrítima, ganda luz! Estáva a darr uns mêles na Marria Charrôca e purr trrás dela começarram a passarr alferrécas dórradas e cintilantes, a esvoaçarrem même à minha frrente, espetácle! Lulas, chóques e pôlves, tudo flurrescente pelos arres a dançarrem a nóssa música. Quando dei conta, táva o Petinga de volta dum Roaz-Currvinêrre fémea a dançar e erram grrandes abrráces. O Russe não resistiu, esqueceu a diverrsão e achou que aquela pesca tôda nã pedia escaparr...pega dum arrpão e começa a arrpoarr tude à sua volta, prra varriarr instalou-se o caos! Aparrceu um berrbigão e uma berrbigôa de mão dada, deviem serr marride e melherr concerrteza e um deles tinha um chalavárr e disse "Eu, Berrbigão Mór querro prruclamarr a liberrtação de todes os biválves de Setúbal, porr isse eu tou empunhande um chalavárr, ma nã é um chalavárr calquerr, é um chalavárr humane!" Eiá malta da festa ficou tôda ós grrites! Porr de trrás dus Berbigões arrmádes em carrapaus de corrida aparrceu um pêxe arranha de mão dada com a sua pêxa arranhóua e trraziem nas mãos umas papoilas verrmelhas, em que as pételas esvoaçavam com a brrisa do marr e o macho pêxe arranha disse "A parrtirr dóje o serr humane não tem que terr mede de pisarr um pêxe arranha, agorra tem que terr mêde é de serr pisáde!" Epá, cada vez pior e ê cá já nã tava a conseguir gerrirr tante perrsonagem, erra piorr que na noite do prrimêrre episódio da novela, cum gaje nã apanha nadinha...e ainda no meie daquile tude tava um ferribóte a passarr lá perrte da Margarrida do Sáde, mas este ferribóte nã erra verrde alface flurrescente, erra tode prrête e tinha bolas verrmelhas de natal pendurrádas. Pensei, é o Pai Natal verdadêrre! Calquê aparrceu uma dórrada, tinha uma t-cherrt du Charroque da Prrofundurra Designs vestida, sacou duma caçadêrra de canes serrades e disparrou uma espécie de balas em forrma de ranhe verrde (ãh porr isse é cu barrque já na táva verrde...). A sorrte é que a música nunca parrou e a bicharada ia dançande um pouque e o tempe ia passande. A música fez desperrtarr um pôlve gigante que pegou em mim e à Marria Charrôca e levounes prra de baixe dágua, cada um de nós abrraçadinhes num dos sês brracinhes. Debaixe dágua vi coisas que nunca tinha dáde conta...Sarrdinhas abrraçádas a carrapaus, que vêm comprruvar cafinal são marride e melhêrr, restaurrantes com camarrões sentádes à mesa a comerrem algas e sushi e munte mais. Eu cá inté vi uma lagosta a dançarr brrêquedance que quase se parrtia todinha. Quande vim ó de cima prrá trrainêrra, táva a berrbigôa já prrênha e a darr à luz uns berbiganites munta pequenines, mal se viam naquele chão, o Russe ainda tava ós saltes, o Petinga a dançarr com o Roaz-Currvinêrre, nã derrem conta e pisarrem alguns filhótes dos berrbigões que chiavam parrciam uns balões dágua nu carrnaval, foi o descalábrre...coitadites dus berrbiganites. O berrbigão máche que tinha o chalavárr táva même chateade, ê cá disse-lhe "apá, vê lá se não querres levarr com uma chumbada pêlo tótice?" O Berrbebigão, pega du chalavárr e acerrta-me même du gorre que porr azarr tinha lá a minha cabeça dentrre. Ganda mócada!.....
O Russe, "Charrôque! Charrôque! Ó Charrôque, acorrda que já é de manhã e já se foi tude emborra! Apá, tive que te darr uma toutiçada valente nessa cabeça agorra prra tu acurrdárres, ontem à noite tavas même desvairrade...", "Foi uma grranda festa, mas quande tu comêtes aquela torrta Danecaique forra de prráze, parrcia que tavas alucináde, hómen!"
"Ei-án górra...ganda cena...tive même à alucinarr, afinal tarr en Setúbal é uma grranda malequice ma nã chega a tante!"

09/03/10

O Charroque vai ao Ballet...

1 charrôques Escarrapachades

Apá, a miúda mai velha anda du ballet...Um gaje tenta acompanharr us gostes...e lá fomes prra Lisboa verr a Bela Adurrmecida pelu Bailade de Muscôve. Culiseu dus Recrrêies, em grrande, lá fomes, eu a Marria Charroca e a miuda mai velha. Tamém foi um casal amigue com a filha canda lá du ballet tamén. Chegámes antes da horra quê prra na darrr barraca...lá fomes, camarrote de prrimêrra classe! Porrque caqui o Charroque nã ficava ali porr menes. Lá nus fomes sentarr, aquile erra então a histórria da bela adurrmecida mas pele bailade de Muscove. Aquile erra prrai 21:30 quande cumeçou, saltinhe práqui, pirruêta prráli, biqinhes de pés prácolá, salte desencarrpade pró outrre lade, voltinhas a darr cum pau. A cada fim de cena o Charroque e família semprre a baterr as palminhas qué prra parrcerr bem, semprre dentrro du figurrine sem passarr verrgonhas. O companhêrre que tava quemigue táva com uma galga, nã tinha jantade o marrmanje! Atão um gaje vem prra um xpétácle interrminável e nã come nada, olha, pelo menos deu prra irr beberr uma bjecas du interrvale enquante ele comia qualquerr coisa. A gente distrraiu-sse um pouque e conde dêmes conta, já lá iam 8 imperriais cada um..."Epá, temes quirr lá pa dentrre, darr o exemple..." Entrrámes de fininhe du camarote e devagarrinhe, mas aquela merrda é tão pequena que tinha que trrupeçarr na mala da Marria Charrôca, cas malas das melhêrres são du tamanhe das malas de viagem quande vames de férrias. Mas tava a dizerr, trrupcei, mandei um fueirradão com a cabeça du pilarr de cimente, fiquei même abananáde e completamente descontrruláde dum lade prró outrre que tenhe a imprresão que tava a dançarr melhorr caqueles lá em baixe...Quande me consegui agarrarr já tava pendurrade no parrapeite cá prra baixe. A Marria Charrôca desatou ós grrites "Ai home, cámanhã nã consegues irr ó marr, deslarrgate daí, salvate daí!" O outrre mê amigue tamém foi cá uma ajuda qnem vos conte. O gaje, tamém trrupçou e foi acabarr agarrade aos mês sapatinhes dirr ao figue. Com o pese do homen, tava a ficarr com umas entorrses dus turrnezêles qnem maguentava. "Deslarrga os pés, quisse doi comó carraças!", ele dizia "sê me deslarrgue caie duma alturra de cerrca de 4 metrres e vou cairr em cima das pessoas!". Prra piorrarr, a melherr dele fez confusão de cerrteza e devia pensarr que táva da óperra, desatou nuns bérres quase que arrtistiques que ficou tudo a olharr prra nós, já tinhames dirreito a ólófóte e tude! Erra o estrrelato, eu vibrrei, mas foi foi de cagáce. Ma depois teve que serr, descalceime com o pé, o mê amigue ficou agarrade ao sapáte e lá foi ele darr um merrgulhe no arr com trrês pirruetas quase morrtais com encarrpadice, translacionada prró lade dirreite e mai meia volta prró lade, esquerde, resuminde e barralhande, deu um trrálhe do carralhe!" Même em cima dum grranda monte de gente que ficou toda a estrrebucharr nas cadeirras que nã aguentavam com o pese do homem cainda porr cima ficou mal disposto e começou a vumitarr aquela imperrialada toda, parrcia um asperrsorr de regarr um estádio...erra o marride asperrssorr e a melherr cantorra dóperra! Ganda parr da jarras quê fui arranjarr...Só sei é que tive tempe de conseguirr subirr novamente e disse "Marria, vames emborra quiste nã é pá gente! Vames prrá nossa cidadezinha quiste aqui é só confesão dum cabrrão, nã se pode irr a lade nenhum em Lisboa carrmam logue barraca com um gaje!" Mas e cá tinha dite à Marria, em vez do ballet, vames antes prra uma esplanada da Prraça du Becage e ficames a verr aquela malta a escurregarr na nhanheca feita de merrda dus pombes e chevinha, e toca de darrem trrabulhões, erra munte mai diverrtide! Quante nã vale um bate cú comparrade com com uma esparrgata aérrea lá du ballet?"

27/02/10

Carrnaval nu Harrd Rock Lisboa

2 charrôques Escarrapachades
Em prrimêrre lugarr querre pedirr aqui descupas, ma desta vez fui a Lisboa mascarrade. Tive uma sérrie de tempe a pensarr nu quêque havia dirr mascarrade, pensei em tanta coisa, e lembrrême. Há um perrsenagem que tá completamente esquecide, ninguém fala disse e fui de Conde Drrácula. A cena dus vampirres e drráculas anda munta esquecida áque avivarr a memórrias das cenas mai ancestrrais cá du planeta. Devia daparrcerr mai vezes na televisão ou même du cinema. Mas andando, então fui mais a família prró Harrd Rock de Lisboa. Chegámes lá, foi logue um prrublema que nã tinhames reserrva, não távames vestides dacorrde mas ê cá virrême tode torrte prró gandule du perrtêrre e disse-lhe "Apá, tu porr acase sabe dondê vim? Atão em vim de Setúbal, a cidade que vocês tentarrem imitarr, même na frrente du rio, sóca gente tem lindas prraias, serra da Arrábida e a Trroia na frrente e você têm o Crriste Rei, lama e pontes de fêrre e e cimente. Vá dêxa lámentrrar antes quê te morrda o pescôce..." O gaje erra de Lisboa e ficou même en baixe. Coitade, ê cá tinha razão. Lá entrrámes...Oulha apá, caganda merrda, atão nã sêrrames os úniques mascarrades? Olhavam págente come se foussemes uns aliénes! Ma lá fomes sentarr. Pedimes umas entrradas à manêrra, erram saburrósas ma tinha cá um picante qnu outrre dia nem conseguia sentarrme du trroune sussegade, ui, nem me querre alembrrarr mai disse. Deu a vontade da mijaneirra, fui à casa de banhe e lembrrei-me "iii já mia esquecende da bombinha de mal chêrre quê tênhe aqui...", passei ó pé du balcão mandei prró chão assim disfarrçadamente. Quande voltei lá du urrinól, táva uma melherr à arriarr com tamanha forrça com a sua mala de tirra cole, que gerralmente as melherres parrecem que levem lá um tjôle, no sê marride que se tinha bufáde ali même ópé dela, que nã pedia serr, hehehehe, tive grraça, cabrrão, já mamátes e nã sabes perrquê.Lá comêmes e bebêmes bem, disse nã haja dúvida, mas a merrda tinha que virr du fim, quande távames a irr emborra. Já távames de saida, sem qrrerr dei um toque du brráce dum gaje q táva sentade com a garrina. O garrfe dele foi ao chão e nã gostou. Pedi desculpa pelo sucedide e o cabrrão disse "Houve lá ó mascarado, vens lá do deserto para aqui armar confusão?", Ouuulha...."Apá sôce, atão ê cá nã te pedi desculpa? Sê vase de merrda tens uma bôca que parrece um cú dum porrque, sê lisboeta mai javarrde!". Abrrilhe us olhes mêmópé da testa dele, quinté parrcia uma boga trranslucada com lsd. O Gaje manda-me uma cabeçada, caí patrrás. Alevanteime, tirrei du bolse uns quantes enzóis cainda tavam lá, e ê cá tenh um aprrática do enzol...Zush! Zash! Zish! Catrrapumba, toma lá mais um e vai diste não venhas reclamarr! Eió gaje ficou com cada pirrcing daquela frronha...inté parrcia tinha lá andade pirranhas a picarrem! Mas ê cá ainda lhe disse "Iste é o que acontêce ós palháces que nã respeitam a marrgem sul powerr!!! Prrá próxima ficas masé todo empaladinhe dum remo dum barrque." O gaje ficou munta mal na frrente de todes.
Ê cá depois fiquei a penssarr perrquê cnã fazem um Harrd Rock Café Trroine?!?!? Já penssarrem nisse? Ia terr um sucesse du carraças. Os chiques esperrtes que têm da mania que sabem tude, fazem e investem em Lisboa porrquê mai fácil, oulha, uma coisas destas aqui em Setúbal?!?!?! Já tou a imaginarr a sarrdinha nu pão damburrguerr com batata quezida de coentrrada e a verr e ouvirr videos de Alcorrazes du Sade! O pssoal a serrvirr erra vestides de garrinas du pêxe e pescadorres. Eián cena...Bebida, cope trrês! Apá venha lá outrre. Ma prrontes pensem lá nisse, querra uma grrade idéia.

18/02/10

Nova Tcherrt na calha...

0 charrôques Escarrapachades
Agorra sim, temes nova tcherrt da calha! Vá toca a vetarr a que gostarriam que ganhásse.

Link prra vetar: http://twtpoll.com/lyg4cx

01/02/10

Complicação das Tcherrtes

1 charrôques Escarrapachades
Ólha, desta é quê nã tava même nada à esperra. Come alguns de vocês já sabe, nu Verrão passade saiu uma bela da tcherrte do Charroque da Prrofundurra atrravés da Charroque da Prrofundurra Designs. Estava lá escrrite "Apá Sôce...Deslarrga-me da mão!". Foi um sucesse du carraças. O pessoal começou a pedirr mai tcherrtes e eu resolvi fazer a verrsão mai brruta jamais pensada "Porrca é a tua mãe canda a reçarr ca cona du alcatrrão!" (ma só prra mim!). Ê cá ia munte bem a passarr ali perrte da baixa, chega-se um gaje ao pé dmim e diz "Não vez que estás a ofender a quem passa?", e eu disse logue "Apá Sôce, quén tu querres pá? Nã podem verr nada nesta cidade quelogue àcusarr! Iste é uma frrase de contestação, é a afirrmação nua e crrua do estade de espirrite setubalensse, se nã perrcebes volta lá pá tua barraca!". Ei, retorrceusse tode sobrre ele même, até parrcia que dançava du brreakdance. Prrontes e é verrdade, apanhoume desprrevenide e levei tamanha perra porr este quêxes caté fiquei a verr estrrêlas du marr. Mas o Charroque desta vez teve uma atitude bem diferrente, não lhe bati, prra quê? O home nunca vai perrceberr da sua vida o quê querre dizer, esta afirrmação de serr mai Sadine cum roaz aqui do Sade. Agente aqui tem que grramarr toda a merrda que sobrra de Lisboa, em Lisboa andem com T-shirts do Cão Azul, aqui é diferrente. Mas agorra um gaje de Setúbal baterr du Charroque?!?!? Nem apoiam o quê de Setúbal? Apá, só même ó biquêrre...Iste tudo prra dizer caqui na nossa cidade nã acontecia munta coisa, ma temes que parrarr dnos queixarr que tamen já enjoa esse discurrsse! Afinal há munta coisa ácontecerr aqui, ma nós Setubalensses pouque apoiames o qué nosse, prreferrimes ir encherr o cu dos doutrres. Há pouques concerrtes, ok, mas há, eu cá qnhece uma banda de Lisboa que adorra tocarr na nossa cidade, são os Texabilly Rockets, eles vêm cá dia 20 de Feverreiro ao Art Kafé e ê cá vou lá estarr de cerrtezinha abseluta, ê cá nunca falhe! O Errvilha érra como ó Charroque, nunca falháva...Temes que terr a capacidade de apoiarr o que é Sadine, deslarrgarrmes o consume ao máximo da merrda das grrandes purrseficies e apoiarr o comérrcio trradicional. Não me imporrte que tenha que pagarr um pouque mais, porrque sei q tá uma familia de Setubal prrá apoiarr. É porr pensarrmes que temes que pagarr pouque cas lojas dus chineses são piorres que virroses peganhentas. Temes que começarr a pensarr onde vames enfiarr u nosse dinhêrre!
Resuminde e barralhande, usem a roupa que quiserrem and stay trrue!!!
Charroque will be herre to backup you! (epá esta merrda até rima, e em ingalês)

27/01/10

Noite passada no Forrum Luisa Todi

0 charrôques Escarrapachades








Ontem à noite tive uma aventurra quase que sobrrenaturral bem aqui na nossa cidade onde nada e tude parrece acontecerr. Fiquei o dia tode a matutarr sobrre o Forrum Luisa Todi, já tênhe pensade niste, como estarrão as obrras, dizem que tá a corrrerr mal, outrres dizem que vão gastarr mai dinhêrre, dizem tanta coisa quê achei que devia dirr lá verr com os mês olhinhes. Tamen é verrdade que semprre achei munta estrranhe esta cena de reconstrruir o Forrum a partirr caques velhes, epá aquile é só carrunche e cimente darreia. Há ali qualquerr coisa que tem que terr explicação. Esperrei pela noite chegarr, já passava da meia noite, peguei da minha lanterrna , pús du bolse e pusme a caminhe prró Forrum. Nã tava prraticamente ninguém da rua, quande lá cheguei afastei uma chapa, mas aquela merrda nã verrgava prra me deixarr passar lá prra dentrre. Tava um tube de ferre tode cheie de farrugem du chão, peguei-lhe e fiz dalavanca na chapa prra verr saquile abrria, cumecei a fazerr uma forrça dus mês brraces. Lá abrriu u suficiente prra eu conseguirr passarr uma perrna prró outrre lade, nesse momente o tube deslarrgousse donde táva...bem, a chapas dérrame um aperrtão aqui na zona peixe piça quê nem sabia o que fazerr, porrque se grritasse táva como ó choque, frrito même. Quase cagrrunhirr prra dentrre, fiz uma forrça que sei lá onde fui arranjála, lá afastei as chapas cmentalavam todinhe, dei um salte u mai deprressa que pude, prra puderr sairr dali. O prroblema é qnã reparrei que tava a saltarr même prró burráque das fundações cheinhe de lama salgadiça. Eiiiii, fiquei tode besuntade de lama, tive que me limparr aos restes de corrtinades do palque que porr ali andavam (epá nã diguem nada diste à malta da câmbrra), fiquei todo cinzente parrecia um tubarrão marrtele que tinha dade uma cabeçada dum choque. Bem, já que tava das parrtes mai prrofundas do Luisa Todi, foi même porr ali quentrrei. Táva munta escurre, andei uns metrres e prraticamente nã vi nada de especial, só cimente e fêrre, andei prráli às voltas uns dez minutes e
u piorr foi quande quis voltar prra trrás, parrecia que tava metide num labirrinte. Comecei a sentirr uma brrizazinha nu pescoce caté arrepiava os pêles dus pês, o vente começou comca uivarr ao de levezinhe, a prrincipio parrecia querra imprressão minha, mas quando comece a ouvirr uma voz feminina a sibilarr munte ao de leve quase cadentrre dus mês ouvides uma doce melodia. Cumecei a pensarr "Serrá que é a Luisa Todi a cantarr?", só pedia serr. Com iste, distrraime porr complete trrupecei numa espécie de mangueirra que prráli tava, arrebentousse, começou a chicotearr tude dum lade prro outrre e a lançarr uns gases centenárrios, chêrrava mai mal cas trrasêrras du trribnal de Setúbal. Ódespois de chêrrar aquile fiquei même zonze, olhei prra frrente e vi uma porrta com uma placa. A placa tinha escrrite Festrroia, mas que merrda serria àquile? Ouvia-se um burrburrinhe du outrre lade da porrta, abrrri a porrta e êrra uma sala de cinema e tavam lá mai de 500 sôces e sôças, e pensei "perra lá, mas ê já nã tava aqui nas catacumbas desta porra e ainda tá iste aqui? Oulha nã devia terr fumade aquela manguêrra..." Entrreé na sala e tava a darr um filme e erra de prrémio, eeii ganda filme aquele, agorra nem malembrra du nome. Grritei e esbrracejei que me farrtei e ninguém olhou prra mim, sebi prró palque esbrracejei e gritei "Já sabem quê tou aqui, o Charroque nunca falha!!!" (aprrovête prra inforrmarr questa frrase foime róbada, mas eu sou amigue du mê amigue e no harrdfilingues), nada, erra como seu nã tivesse ali. Que cena marrada, epá tive que chegarr à conclusão cu filme erra tão bom ou melhorr ca presença du Charroque, vin memborra. Saí dali, aquela melodia não saía da cabeça. Epá, andei prráli mai duma horra à prrocurra da saída e nada, tava munte escurre. Lá encontrrei uma zona dirreita, deiteime a durrmirr e fiquei até de manhã...comêce a ouvirr catrrapilas a fazerr uma chinfrrinêrra, acurrdei, levantei-me à prresa, já conseguia verr a saida prra escapulirr dali prra forra. Quande tava a chegarr à superrficie virra-se um sôce prra mim "Apá, a estas horras e já tás assim tode cagade de lama?!?!? Vai mazé carregarr o reste das sacas de cimente prraqui pro pé dmim, deprressa, dá corrda ós sapates!!". Eu prra disfarrçar ainda tive que levarr às costas mai de 50 sacas. Quande pude, dei uma corrida tão grrande em direcção ó Rio Sade, foi em linha recta, qual Obicuelo, é o Charroque a baterr o record dos 300 metrres no empedrrade. Dei um merrgulhe, superr gelade, maseu tava cá com um aquecimente du trrabalhe que me fui deitarr du jJarrdim logue ali da relvinha, aaahhh, soube tão bem. Fechei os olhes e perrcebi tude, aquela voz que chama erra a da Luisa Todi, sim, continua a encantarr e os arrquitectes ficarram possuides porr ela e agorra tiverrem que deixarr a alma do Forrum Luisa Todi e construirr tude nove à volta. A Luisa Todi está entrre nós, é bom saberr.

Só um à parrte, gostarria que vissem a campanha da cambrra a apoiarr o Forrum Luisa Todi, aqui. Como tava escurre não consegui tirrar fotes mas podem verr algumas aqui quê deixe.

21/01/10

Assalte à Valenciana

3 charrôques Escarrapachades

Hoje à tarrde fui à Prraça du Becage e deparrê-me com um grrande estandarrte pelicial, a bem dizerr erra a bófia a montes montadinhes das suas motas, não vá aparrcerr algum gandule e terrem que fegirr...Até já disse iste hoje, mas pensei "oulha, atão agorra que não há mais ourrivesarrias prra assaltarr é queles vêm todes prráqui?!?!?", "Cá prra mim quande forr de noite parrecem uns polves entócades, ninguém os tirra de casa!". Reparrei que tá haverr assaltes na baixa todas as noites prraticamente, prra apanharr os manfios erra só lá estarrem da baixa de Setúbal quê munta grraaaaaaaaaande e quase impessivel de contrrolarr! Mas prrontes...tamén é verrdade que durrante o dia há muntes perrigos a enfrrentarr, é gajes a deixarrem passarr 10 minutes du parrquimetrre, outrres vêm de lá esgalguêrrades da descida du Jumbo a 50 e tal à horra, e até chega a haverr malta q quase quê multada porrque nã tá com as duas mãos du velante!!! Iste realmente tá tude maluque e perrigose a montes. Isso aí dus assaltes à noite é trrabalhe prra prreencherr papelada da parrte da manhã enquante se vê uns emails e se joga um becadinhe du farrmville, as autorridades têm q desanuviarr um pouque se não dão em maluques. Oulha, cá prra mim já falei de mais, porrque ê não vim prráqui prra iste, vinha contarr a cena que se passou même agorra. Esta tarrde, ê cá tinha passade ali du Larrgue da Meserricórrdia a descanssarr um pedace e fez um sol caté tava benite, epá meti a minha farrpela ós cadrrades prró lado, fechei os olhinhes e senti aquele calorr. Fui memborra e desquecime da minha farrpela prreferrida. Já erram 21 horras, agorra à pouque, e fui lá verr se ainda tava ou não. Quande lá cheguei, ouviasse uma chifrrinêrra, mas tã grrande ali na zona da Valenciana que parrcia mentirra. O casaque não tava, olhei e tavam dois manguelas de volta da Valenciana a tentarrem assaltarr e um deles já com o mê casaque. Porra, mas que merrda é esta? Óulha, fui lá dentrre e disse "Apá, prra quê cabrrirram esta porrta à forrça?", havia lá um que parrcia mais uma palhinha de carrapinhada do que um homem disse "Quê tu querres pá?". Deu-me umas ganas, arranquei um cone daqueles de belacha munta durra, e agorra imaginem só (iste é même verridico!), coloquei o cone na ponta da bota com o bique virrade prra cima, esse pé no arr, igualzinhe àquela cena do Kárraté Kid, sócaqui tinha um cone da ponta da bota! O Palhinhas ficou a olharr feito choco encadeade e eu perrguntê-lhe "Gostas du gelade com duas bolas?" Antes da resposta levou tamanhe biquêrrão paquele cu caté senfiou todinhe e disse-lhe "O cone já tens, as bolas tão aí porr perrte...". Eió homen a espumarr-se tode, o outrre ficou um becade assustade. Ao outrre foi même sem perrguntas e trruques especiais, peguei em 2 carrapinhadas, dei um salte, tessourrêlhe aquele pescoce com as perrnas, caiu de costas e enfiê-lhe com uma carrapinhada superr geladinha em cada olhe cu homen grritava tante (même assim pelicias nem vêles) mai parrecia uma gata com o cio. Peguei du casaque, abalei a fugirr com toda à forrça e quande tava perrte ali da estátua da Luisa Todi, onde ê tinha estacionade o meu Fiat 127 verrmelhinhe, dois Pelicias quiserrame parrarr prra saberr ondê tinha roubade aquele casaque e su carre mal estacionade erra meu. Oulha, grranda parr jarras "Mês amigues, ê tenhe uma coisa a dizerrvos e confesse já aqui com o nosse Becage a verr lá du alte e a Luisa Todi a ouvirr tude", "Deixe-se de conversas e diga lá", "Sabem que mais, ê querre é que vocês vão todes prró CARRALHE!!!!! Ali même à frrente deles acabei de vestirr os mês códrrades em formate de casaque e arranquei no meu Fiat 127 prra casa. Ê cá querria lá saberr, já tinha feite mai queles e eles porr mim só prra me foderrem.