14/12/13

Deslizamente Sádine

0 charrôques Escarrapachades
Chuva du carráças pá... inda agórra táva pa passárr da Prraça du Bocage e fui porr outrre láde, alembrreime logue o que conteceu du outrre dia, só na aparrceu da prrimêra página du Setubalense porrque essa referrência mítica sádina já se foi...a única coisa positiva disse terr acontecide é que já nã morre ninguém da cidade de Setúbal. 
Bem, mas nesse dia tinha chuvide ê cá ia com um bucáde de prréssa, o chão táva uma águinha com cócó de pombe, fazia ali uma papinha cerréláque mal cheirrósa queu nem me aperrcebi, os sapátes cumecem a perrdérr a atrração ó chão, as perrninhas mechiem mai deprrêssa cá varrinha mágica da nha Marria quande tá pa lá afazêrr clárras em castéles...é clárre que já só sobrrávem os brracinhes pá frrente tipe zombie acelerráde a querrerr agarrárr tude, olha foi logue o carrinhe das castanhas, o senhórr ficou ca lista telefónica das mãos e eu a deslizárr porr ali a fórra inda porr cima cu carrinhe quieu cá ache cainda táva a fazerrme andárr mai deprréssa, erra fazêrr slálome po meie das pessoas, mas aquile erra um prrigue porrque tinha a forrnálha acêsa!
Erra fagulhas porr tode o láde parrcia o cometa alei sádine e pensei que tinha que parrárr pa penssárr pa resolverr o assunte, mas come é quisse erra pssível? Virra pá dirreita, virra pá esquerrda, trróce um bcáde pó láde, endirreita que já só ia uma róda du chão, aponta pá fonte e catrrapuz dentrre d'água!
Foi même a melhórr solução, táva o prrigue a montes. Bem, iste tude pa dzêrr que ia nã sei adonde fazêrr nã sei o quê! Quande cumecem a prrimêrra chuvas, e as outrras tamein, tenhem cuidáde com aquile que pisem, que há porr aí munta porrcarria. E já górra nã se deixem pisárr que nã somes merrda dnhuma!

Boxerrs com frráses e tamanhes difrrentes! - 8€

0 charrôques Escarrapachades
Boxerrs com frráses e tamanhes difrrentes!!

12/12/13

Prrenda a 5€ - Sáque e Borrdáde má linde

0 charrôques Escarrapachades
Sáques mai lindes!
Bordáde estilouse.

11/12/13

Prrendas a 3€ pó Natal

0 charrôques Escarrapachades
Prrendas a 3 aérrius????

09/12/13

Prrendas a 2€ na loja do Charroque

0 charrôques Escarrapachades
Prrendas a 2 aérrius e montes de dzêrres difrrentes!
Podem aparrcerr da loja, telefonárr a encumendárr (918300578), amandárr email charroque@gmail.com, irr du site www.charroco.net

08/11/13

Noite das Brruxas

0 charrôques Escarrapachades
Noite das brruxas? Apá vocês nem me falem disse... Atão as nhas filhas ontem "oh pai, oh pai emborra lá fazerr dçurra ou trravessurra!" E eu a pensarr mas iste existe aqui em Setúbal? Oulha apá, borra lá.
E agórra o que fásse? Olha voume mascarrárr même da moda, vou de Uólquingue Déde! Bsunteime toudinhe e prrontes fomes pá rua. Ê cá sabia lá que só as crriancinhas podiam pedirr, fui logue à ganância tcárr à campainha, iste de noite, e tquei, tquei... veie de lá um marrmanje com uma carra de soune e eu disse "mine cuma bifana ou trravessurra!". O sóce olhou prra mim e disse "querres sairr pus tês pésinhes ou sou eu même que te atrravésse cuma punháda! Amanhã vou trrabalhárr!" e eu disse "Sóce... tás a querrerr assustárr as crriancinhas ou és même um mitrra avarrente e fomica que não querr darr uma minezinha?!?".
O sóce veie de lá ca mangueirra pa mlhárr toudes mas ê cá fui mai rápide e agarrei du encinhe levantei même na frrente da frronha dele virrei os dentes do encinhe pa cima e com jeitinhe enfiei dois da narrinas! O home nem mexeu mais um cadinhe e ainda disse à mlhêrr pa irr bescárr as geladinhas ó frrigurrifique! Eu disse que passáva d'outrre dia porr causa das bifanas que nã querria darr trrabálhe.
Quande olhei, já as crrianças tinham enchide os baldinhes de doces e tavam mai que diverrtidas! Olha, fiz mais umas palhaças, tentei mais umas mines, mas cada mine erra semprre um prroblema que surrgia e ê cá góste pouque de prroblemas e fomos pa cása a comêrr montes da guloseimas. Mines e carraméles deve terr feite aqui uma pápa cainda hoje tou toude trrucidinhe dos intestines!
Hálôine em Setúbam tem que meterr mine!

01/11/13

Durrêza da Chuva

0 charrôques Escarrapachades
Prrontes... tá aí a chuva amontes! Alá coisa piórr ca vida de pescadorr que pode terr água porr baixe e se chuverr, água porr cima.
Esta noite nã foi nada fácil, quande távames da trrainêrra, já a recolherr as redes e apanhárr ca chuva na mona, nã se via patavina e o mê prrime zarroulhe táva même aflite pa verr qualquerr coisinha...
O homem quande deu conta enfiou uma galocha dentrre do balde que ficou prrese ao pé que quande ê vi já ele tinha caide cus custádes em cima du pêxe que insistia dárr ós rabinhes pa se salvarrem. Levantasse à prréssas e escurrégalhe o pé de tal manêrra cu balde sai disparráde pá cabeça du russe que parrou logue ali, revirrou os ólhinhes tipe bóga cas bógas esbugalhádas quande lhe aperrtem os... epá isse não, ok,mas naquele mumente o Russe segurráva nu guinche bicude que lhe sai disparráde das manitas todas mulhádas pa cima du Petinga quié munta canine e prrontes foi logue ó chão.
Apá, ê cá tinha que porr orrdem naquile, lá mandei uns bérres com algumas palávrras de órrdem tipo "Sóces! Vocês são homes ou são umas alfarrécas desmaiádas que parrecem umas gelatinas sem perrnas que acabem semprre no chão??!?!?"
Lá a malta se levantou toda, même com aquela chuva e mal nos viames, fizemes um olhárr cumplice toudes, sem dzêrr nada, todos sentimes que esta vida é munte durra, ma nã foi porr isse que nã desatámes toudes à garrgalháda e apontárr pó balde que ficou todinhe em frrangálhes! É isse que nos une e porr isse o trrabállhe nã parra...
"Borra Russe, tames quase despachádes e quande chegárrmes sou eu que págue uma!"

29/10/13

Sêxta Fêrra à manêrra

0 charrôques Escarrapachades

Hoje é sexta fêrra, même come ê cá góste. Fui até ó merrcáde saberr da nuvidádes sádinas mais imprruváveis, porrque ali pensasse que se sábe tudinhe, existe mais que uma verrdáde pó mesme assunte e porr vezes inté os interrvenientes dos acontecimentes nem sabiem de nada...
Olha... lá fui masé comêrr uma bifaninha e quande ia a caminhe táva uma casal de Lisboetas, pois só podia... diziem cada uma... a olharrem pás sapateirras e diziem querra tarrtarrugas de pinça?!? Hehe... olhavam pó chouque e diziem querra um polve cus brráces mai currtinhes... olha dêxa tárr semprre ouvir dzêrr cum gáje é mai feliz da ingnurrância e não vou estrragarr o fim de semana ó casalinhe alfacinha.
 Quande cheguei lá tava o mê prrime zarrolhe, o ganda arrtista na mota mata-vêlhes! "Atão prrime, já tás a prreparrarr a noite de sexta fêrra logue pela manhã? É suminhe de ginja é? Apá... tu já cumeste mais frruta cas ginjas da ginginha na tua vida inteirra que ca frruta norrmal!" Táva lá a malta toda, o Russe que trrabalha cómigue, o Zé Coveiro que ganhou a alcunha no dia que encontrrou um tubarrão morrte e resolveu fazerr um funerral lá da prraia da Saúde e levou mai de 5 hórras a fazerr o burráque, tava tamein o Vidrráças cuns ócles mai grrósses que ê cá áche que ainda a única coisa quele vê aínda é a garrafa da mine e tem que serr prrêta!
 Bem táva amigues a montes logue pela manhã e já se poderria adivinhárr um início de um grrande fim de semana em Setúbal numa ganda jantárráda, na nha casa? dum amigue? dum conhecide? dum amigue dum amigue meu? Apá é donde forr... até pode serr da lua... desde ca vivenda já tênha o prregue...

25/10/13

A Rotunda das Sarrdinhas

0 charrôques Escarrapachades
Bem... no outrre dia tive quirr ali prrós ládes do ferrybóte e porr acáse até ia a pé, passei pa frrente du quarrtél du 11 e foi quande eu me deparrei com aquele monumente do paleolitique megalitique politique da imitação fininha do stonehenge. Távam ali uma sérrie de vélhes du restêle, tude a dzêrr mal pa varriárr.
Eu fui até ó centrre daquile pa tentárr perrceberr o quiérra aquile, passarram-se várrias ideias da nha cabeça:
1 - 3 fuguetões ólhudes
2 - uma imitação fininha do stonehenge
3 - 3 chóques inacabádes, faltavem as perrninhas pendurrádas
4 - 3 cófres de supsitórrios anti-crrise pa coelhes e afins
5 - 3 sarrdinhas porrque alguém táva a parrvejárr ali perrte e àfiançarr que sim quiérra!
Ê cá só sei é que quande me pús lá dentrre ó centrre, já táva de noite e pousse um luárr intensse com fóques de luzes azul esverrdiáde a sairrem dus ólhes dus misseis.
Havia 6 fóques e a uma dáda alturra crruzarrem-se toude num só ponte e saltou de lá uma fagulha que me acerrtou du cérrbrre e eu comecei a grrritarr assim: "Forte, Bocage, Luisa Todi, Porto, Vitórria, Bonfim, Feirra, Xepa, Calafate, Charroque, Finura, Sardinha, Choque, Arrábida, Praia, Casa da Cultura, Passeárr, merrgulhárr, TRROIA, Celina da Piedade,…".
Bem, aquile foi mai duma hórra a debitárr cenas boas de Setúbal! Quande me calei táva mai de 500 pessoas à nha volta todas cabisbaixas a pensarr que realmente deverriames dárr valorr àquile que temes e nã tárr semprre à ganância a mandárr prra baixe!
Porr acáse foi um dia que me marrcou munte, fiquei a olhárr páquelas sarrdinhas doutrra manêrra. Agórra quande forrem de cárre nã se ponhem a lhárr munte tempe que do outrre dia na reparrei e ia levande um autócárre à nha frrente cu mê fiat 127!

28/05/13

Pesca em Setúbal

1 charrôques Escarrapachades
A pesca é uma actividade munta intrressante, assim come a agrriculturra e a caça, dá pá gente encherr o bandulhe e irr conseguinde sobrreviverr neste munde c'anda tudo ós atrrupélos. No outrre dia táva eu à converrsa más outrre no café, depois de virr de mais uma longa noite du márr. O outrre porr acáse inté érra o mê amigue Russe que nã táva nada bem porrque no dia anterrior quande saiu do trrabálhe, sem mudárr de roupa, foi logue dirrectamente ó Jumbe e chêrráva a pêxe que trresandáva, foi fazêrr as suas comprrinhas e táva logue um grrupinhe a fungárr das narrinas a darrem a entenderr alguma coisa, o homem sentiu-se ofendide e perrguntou "olha lá sóce, tás munte constipáde ou insse é même parrvoice da tua cabeça?" o outrre disse "Apá chêrras munta mal e vens aqui pó Jumbe?", O Russe "Olha tás a verr esses pêxes que levas aí dos saquinhes? Alguém tem que irr durrante a noite apanhá-les ao frrio enquante cérrtes otárrios tão a durrmirr no quentinhe das suas camas! Ê cá sou um deles" O Russe pegou em duas postas grrandes de pêxe congeládas, agarrou das perrninhas do otárrio e atou-lhe aquile ós pés, depois foi só darr um empurrãozinho e lá foi ele a fazerr patinagem arrtisitica, neste cáse foi mais parrtinagem porrque o homem ia a parrtirr tude pu caminhe... Áh mas o Russe não ficou bem ca sua consciência e dizia-me "Apá Charroque... lá foi mais uma noite de faina...esta vida nã é nada fácil", dizia o Charroque "Olha inda agórra táva ali a pensarr numa cena munta marráda, contei ó Zé das Redes e ele ficou a gozárr ca minha cárra e até perrguntou se eu nã andáva a porr a boca du tube de escápe da Zundáp do mê prrime quinda perr cima tá toda quitáda. Eu cá fiz uma descubérrta psico-filosófica que vai revolucionárr o pensamente!", o Russe logue "Apá tens a cerrteza que nã misturráste nada da gaselina da Zundap?!?" o Charroque "ouve lá sóce...A malta tem que se tárr semprre a queixarr...é verrdade, mas os pêxes tamein se deverriam queixárr, imagina que tu é um tubarrão..." O Russe "olhá agórra este...", Charroque "Sim, nós somes os tubarrões que oprrimem a sociedade dos pêxes fazêmes eles andarrem da mó de baixe...tás a perrceberr?" O Russe "olha eu cá só sei que da última vez que te puzeste quessas merrdas no café do irrmão do Manel dus carrêtos, ele passou-se dus carrêtes même e acabámes toudes da esquádrra a contárr mémés..." O Charroque insistia "O que ê cá querr dzêrr é que esse arrtistas que andam a fazêrr e a desfazêrr lá em cima, e a tirrárr os dirreites e o carrcanhól da malta, são os nósses tubarrões e nós os pxinhes e se nã tivérrmes cuidáde ainda somes frrites ou cumides même crrús daquile que tá agórra na moda que é o xuxi! Perrcebes?" O Russe "Sim ê cá perrcebe que tu tens a mania que és vidente, mas tás é a prrecisárr de mais uma noite no lombe mas sem andárres de volta da Zundap!"
Agórra que já passarrem uns dias da convérrsa fiquei com iste da cabeça "Tentames pescárr e somes pescádes todos os dias"

17/04/13

Tcherrt do dia da Mãe #07

0 charrôques Escarrapachades
Já chega de tcherrts marriquinhas!!!
Agorra vamos lá a verr iste melhórr aqui podem comprarr.

16/04/13

Tcherrt do dia da Mãe #06

0 charrôques Escarrapachades
Esta tcherrt tá a serr um sucésse e nã é prrá adimirrárr!
Tá même uma ganda tcherrt pa uma ganda mãe! À venda aqui.

15/04/13

Tcherrt do dia da Mãe #05

0 charrôques Escarrapachades
A nha filha desenhou esta linda tcherrt
Prra comprrarr e verr melhórr: aqui

13/04/13

Tcherrt do dia da Mãe #04

0 charrôques Escarrapachades
Mais uma tcherrt touda pompósa que qualquerr mãezinha gostarria de usarr.
Tá aqui à venda: aqui

12/04/13

Tcherrt do dia da Mãe #03

0 charrôques Escarrapachades
A tcherr dus nérrves pó dia da mãe:
Prra comprrarr e verr melhórr: aqui

11/04/13

Tcherrt do dia da Mãe #02

0 charrôques Escarrapachades
Mãe Galinha com órrgulhe
Podem verr toudas as corres disponiveis: aqui

10/04/13

Tcherrt do dia da Mãe #01

0 charrôques Escarrapachades
Cá tá uma tcherrt já a penssar du dia da mãe.
Verr melhórr: aqui

09/03/13

Tcherrt Especiais Dia do Pai

0 charrôques Escarrapachades
Cada t-shirt especial são 15€ + 2€ de correios.
Também podem ser levantadas na loja em Setúbal.

01/03/13

Pequenas Grrandes Histórrias

0 charrôques Escarrapachades

2 de Márrço - Tude pá Rua

1 - A malta anda tesa qnem uns carrapaus mal alimádes nem uns trróques pás mines e tem que terr cuidáde cas cerrvêjas que paguem tárra se não nã bebe népias. Ê cá tinha pensáde irr passeárr no Sábado, ma quande ia ali a passár ca nha bciclêta no funde de Desemprregue, foi ai que perrcebi porrque aquile se diz funde, é que aquela merrda ia até lá ó funde da avenida, erra uma fila mai grrande que quande qurremes comprrárr blhêtes pó Vitórria! Ê cá pensei, tou même fárrte deste crrómes andarrem a chuparr a gente toudes e decidi que tênhe que irr pá rua grritárr um bcáde. Agorra expliquem-me lá porrque é que eu que apanhe o pêxe pó rique e pó póbrre tênhe que andarr de bciclêta cainda perr cima o trravão da frrente tá toude engrromináde e só trráva quande nã deve, e cerrtes politiques que comem a porrcarria do mê pêxe têm que andárr cuma bomba com choférr, que se calhárr até férrerrus róchês eles papem cainda porr cima sou eu ca pague! E a gente nem um pirrulite amarrgue consegue cumêrr!!! Perrtantes: ÁHUA! DIA 2 DE MÁRRÇE VAMES TOUDES PÁ RUA! Grritarr e vão pá trroika cus parriu!

2 - Tava eu a ouvirr da televisão mais uma vez que tavem a cantarr a Grrandola Vila Morrena, e eu pensei cá prra mim. Apá lá vem a musica da avarria, ma agorra só serrve prra interromperr o raciocinio maquiavélique duns otárrios que pensem que mandem na gente... Mas afinal a música cantava dus mês óvides come uma ninfa a cantárr ó longe de fininhe e a ao longe se ouviem o rimbombárr dos tambourres e passadas da população, AIIIIIIIIIIIIIII!!!!! Serria a revolução?!?!?! Apá quande olhei érra a merrda du Som 5.1 dólbi sórraund a estrragárr os mês sounhes!!!!

3 - Agorra camineta pá du jumbe...lá vames, o charroque ouviu dzêrr cavia pa lá pó jumbe, a grrande merrda comerrcial, ai! A grrande Meca cumerrcial tinha umas prrumeções brrutais, lá fui. Fui pá parragem e toca de perrguntarr "Já passou a caminéta? Já passou a caminéta? Já passou a caminéta? Já passou a caminéta?" ouve logue um a dzêrr "Apá sóce cálete com isse que se tivésse passáda Ê cá nã táva aqui..." E eu disse "Deves terr da mania quiés esperrte! Ê porr acáse disse que querria ir contigue da mêma caminéta? Ainda perr cima as tuas alcoufas cheirrem a pêxepoudrre!" Áhua!

4 - Andava um chouque pu arreál da Figueirrinha, quande vê ao longe um carrdume de sarrdinhas... que vinhem même lánçadas em dirreção a ele. O chouque que em vez de tarr a baterr um ganda chouque táva completamente de perrnas atádas, nã tinha coume fegirr, atão um chouque da arreia? Foi aí quele se aperrcebeu cas sarrdinhas tamein só podem tarr em dois sitios, ou do márr dou das brrásas. Apá sóce...dêxa-te tárr quiete....

5 - Cúzinhárr ca bimby: Muntes de vocês já sabem ca bimby é munta boa prra cuzinhárr, mas ê cá achei caquele motorr tão potente poderria terr outrras utilidades. Do outrre dia tinha a casa touda pórrca caquile mai parrcia uma pcilga, resolvi instalárr uma vassourra em vez da lâmina que córrta. Apá o resultáde foi linde, segurráva da bimby de cabeça prra baixe, liguei o turrbe lógue prra cumeçárr, apá aquile cumeçou a varrejarr o chão toude cá cuma velocidade, os mobiliárrios cumeçarrem a ficárr toudes parrtidinhes porrque as varretas davassourra batiem cuma forrça que migavam tude caparrcia. O quê sei e adescubrri é que limpou tude e ainda deu despáche a uma sérrie de mubilias ca Marria fazia forrça pa nã deslárrgarr mas agorra tá come aquele filme do e tude o vente levou...

6 - Numa segunda fêrraCa segunda fêrra má dfícil de arrancárr...inté parrcia aquela mine cu mê prrime tinha da gelêrra há ais de 7 anes e ca carrica táva touda farrugenta e nã havia manêrra daquile sairr...Aquile saiu ma nã tinha gás dnhum, tá assim come eu.

19/02/13

Festa de Garragem das Árrleis Deivisons

0 charrôques Escarrapachades
Convidarrem-me pa uma dessas festas de garragem onde cada um leva qualquerr coisa pa cumerr e beberr. Mas a nha memórria é tipo daquelas que quande apanha um virrus forrmáta logue o disque rigide e eu nunca má me alembrrei disse. Mas da festa nã me esqueci, nã sei porrquê...Perrtantes resuminde e barralhande tive que levárr umas caixas tamparruérres vazias só prra disfarrçárr. Mas nã erra uma festa qualquerr, erra uma festa de Árrleis Deivisons da malta de Setúbal e arredórres. Apá, quande cheguei foi lógue ós grrites pa disfarrçárr que nã trrazia nada e a dzêrr "Nã, dêxa que eu ponhe as cenas em cima da mesa, nã se prreocupem, já têem muite que fazêrr...Bem passou. Opá pedi logue uma mini e mais outrra e erra bifanas e havia de tude. Vi uns códrradinhes de turrêsmes, parrcia aquile uma entrradinha touda fina, degustei aquile, tinha um saborr estrranhe e tinha umas bagas marrádas. Nã foi prrecise muite, tava a tentarr falarr cu Macó e o Vilhais, cumeça a crresçerr uma barrbicha cabrresta no Macó e o Vilhais já dáva coices nas parrêdes. Quande ólhe as colunas da garragem cumecem a trransforrmárrse em trronques d'árrvurre, os moveis em arrbústes, o fugarrêrre em fugarreirra, as Árrleis em caváles! Bem aquile táva bnite, aparrceu um ganda maluque duma mula, dizia que se chamava Guilhérrme Télles e ca mula táva com fome e juntou-se à fugueirra. Ele dizia "Ah e tal nã sou daqui, cumi uma bifana ali na Adega dos Passarrinhes ma nã sei adondé a Arrábida..." Ainda decesrrni...e eu é que comi o torresme mágique...os caváles távam empólgádes e nã se sábe bein porrquê, fui investigárr e tive que dzêrr à cábrra Macó pa dêxárr de cumêrr a crrina do Vilhais, ela virrou-se a mim, prronta pa dárr uma marráda mas eu cá tênhe os mês trruques e sabia que se mustrrásse uma garrafinha de 7up de 2 litrrinhes caquile passáva. Bem quande chêgue os caváles nã parravem, havia um sapinhe albine ós sáltes e quase que hipnotizáva os cavalinhes! Fazêrr o quein? Ê nunca tinha estáde assim numa situação destas...Fui pá flurrésta prrocurrárr cmida e achei pacótes de palha a montes, quase toda a gente tinha leváde daquile. Agarrei tamein duma tárrte munta ducinha e fui até lá outrra vez. O Vilhais ainda se queixava da crrina cumida pela cábrra e nã táva em si, ainda dáva coices pa toude o láde, levei cuma ferradurra pela testa que foi piórr que da outrra vez quê ia a fegirr do mê prrime zarrôlhe porrque lhe tirrei os párra lamas do trricicle motorrizáde e levei ca caixa dus enzóis e chumbádas pla cárra e aquile táva pesáde comá merrda! Abrri os pacótes, havia Palha pála-pála, às ondinhas, etc, atirrei aquile pa um láde e a tárrte prra outrre. O sapinhe albine deu um sálte e afiambrrousse à tárrte. Eu disse logue à malta"Pessoal agarrem-se ós caváles e fugem daqui prra fórra!" Aquela bicharráda toda puserrem-se toudes em cima dos caváles que relichavam caté vibrrávam aquelas ferradurras. O Sapinhe continuou a cumêrr, eu fegi tamein dali prra fórra e o Guilhérrme Télles nã desarredou da fuguêrra e foi aí que eu arreparrei quele nã táva trransforrmáde...Apá só póde terr side ele, aquelas bógas munta esbugalhádas e sapatinhe de vela, nã me enganarrem e o sapinhe albine saltou-lhe prró ombrre! Foi a confirrmação que erra conspirração daqueles dois. Ê virrê-me pó Macó e disse emborra lá a cavále das Árrleis Davisons achárr aquelas errvas daninhas munta rárras que tão da Serra da Arrábida. O Macó tirra o capacete e pendurra do láde esquerrde do guiadorr prra fazerr contrrapese e esticasse toude prró láde dirreite cus pêtes aquase a ruçárr paquele alcatrrão e esticou o brracinhe enquanto o outrre nã deslárrgava a mota nem porr náda e foi arrancárr aquelas errvas e virr à fegida, fazerr umas mésinhas com 7-ape porrque havia munta, aquile faz arrutárr e amanda os maus espirrites cá prra fórra. Enfiámes aquile da guela do animal Gui e cumeçou a estrrabuchárr e trrasnfurrmou-se dum batrráquio munta feie que acabou porr ficarr em formáte de Salamandrra, o sapinhe albine mais a salamandrra a fegirrem paquele bairre afórra e voltou tudo à nórrmalidade.

01/02/13

Biblioteca de Coimbrra

0 charrôques Escarrapachades
Muntes têm na ideia cu Charroque é um brrutamontes sem sabedorria dnhuma e que escrreve e fála munta mal, ma come toudes sabemos iste é tude comó Ainestaine dizia quié tude relative. Até pode virr um crróme munte bem falante em porrtuguês e tárr da china num merrcáde a tentárr comprrarr uns rátes frrites ainda com pêle, se nã falárr bein até pode comprrarr aquile fórra de prráze e cairr lhe mal da barriga. Bem, mas o quê querro chegárr é que fui a Coimbrra du fim de semana passáde ca familia. É assim, se o Charroque escrreveu duas das mais conceituádas óbrras literrárrias, o "Charroque da Prrofundurra - O Livrre" e "O Charroque da Prrofundurra...volta à purrseficie" tinha que verrificar se a grrande Biblioteca Joanina tinha lá isse. Quande entrrei foi logue um alivio du carráças, porrque chêrrava um cheirrinhe a cunhecimente, tipe chêrre de papel velho, e nã o chêrre a pêxe quê tou tã habituáde. Nã havia barrulhe dnhum, apenas aqueles livrres centenárrios ali quiétinhes, sem ninguem lhes poderr mexerr, ca sua sabedorria ali confináda...ê senti umas grrandes ansias porrque ê cá tênhe sede de saberr e senti-me toude atrrufiáde. Fui falárr cu senhorr que ali táva e perrguntei pelus mês livrres. O homem fez-se de toudas as corres e disse-me prra esperrárr um momente e foi logue pegárr du telefóne, disse parra aguardárr. Chega logue um senhorr toude empirriquitáde cas manias toudas e disse-me que os mês livrres tinhem desaparrcide misterriosamente. Recentemente toudas as noites que desaparrecem as melhórres óbrras. Apá...ê cá disse logue que isse erra inadmissivél e que exigia passárr a noite na Biblioteca prra deslindárr o mistérrio. A verrdáde é quê nem tinha dnhêrre prró Hotel e assim juntei tude e calhou bein. Quande se foi tude embórra ficou um silêncio brrutal e o frrio que ali táva? Txiii...bein a porrcarria dus desumidificadourres tives cus desligárr que tá va même impssivél. Já táva tude a durrmirr debaixe das mesas e eu na esperrança de ouvirr alguma coisa ainda nã durrmia népias. Nã foi prrecise muite tempe...quande cumecei a ouvirr um resmalhárr de folhas. Quande eu entrre dumas das trrês álas pensei ca bebida do jantárr ainda fazia efeite porrque quande olhei vi oite livrres do árr a serrem desfolhádes ó même tempe! Num instante vi que erra um polve enórrme e flurrescente, lembrrei-me logue daquela Rave Parrty que fui em tempes e o Polve tinha ficáde mal trratáde. Eu cá grritei "Apá Polve querres ficarr coxe dum brracinhe ou dois?", ele estrrabuchou umas palávrras "Charroque tu nã me assustas e eu desde esse dia que ande a mangerricárr a nha vingança e descubrri que a melhórr manêrra erra acabárr ca memórria da cidade de Setúbal, que tu tante góstas!" e eu "E pensas fazerr o quein? Amandárr uma bomba da cidade?" Agarrei numas escádas daquelas pa chegárr ós livrres e fiz um nó em dois brracinhes das escádias, ele resentiu-se e disse "Não! Tenho um plane secrréte de esconderr toudes os livrres sobrre a cidade de Setúbal, desaparrcerr com eles e fazerr com que tu sejas o culpáde de tude!". "Apá sóce...tu andas masé a verr munte filme...mas deves serr daqueles que adurrméce da párrte mais imporrtante! Prra já fizeste o erro de contárr o teu grrande plane secrréte, o erro do costume e eu vou descubrrirr!". O Polve enfurreceu-se, ficou cuns ólhes mai esbugalhádes que quande um gáje pisa o rábe do gáte e ele até fica cas quatrre pátas du árr, logue asseguirr amandoume uma brraçáda caté as ventósas ficarrem a fazêrr vácuo das nhas buchêchas e aquile nã despegáva nem porr náda. Fui acima, fui abaixe e fui lançáde contrra as prratelêrras, porra ca madeirra antiga táva même rija e bati cus custádes quinté me veie à lembrrança aquela vez quê táva engasgáde e o russe me deu cu réme pas cóstas caté saiu disparráde da bóca trrês espinhas de carrapau e forram acerrtárr même du balão da crriancinha que táva ó láde a cumerr e tive o azárr du pai serr mai grrande...bem esquece lá insse... Alevantei-me e fui agarrárre em mai dois brracinhes e atei a outrra escadas. Peguei da mánica calculadourra do telemovel, foi a nha sórrte e perrcebi que ainda faltavem mai quatrre brracinhes! O pólve ó même tempe cumeçou a lançárr livrres duma velocidade sem parrárr e eu tive que imprruvisárr: Filme "Matrrix". Imaginei os livrres em camerra lenta, deitei-me toude pa trrás e mexia os brracinhes tipe pêxe fórra d'água e só os via passárr! Tumba e tumba e tumba e semprre à grrande a desviárr...até quele lançou uma inciclupédia bué da grrande que me acerrtou da orrêlha e cai pa trrás...Fiquei surrde e sem acção, parrcia que ia tude acabárr ali... mas as nhas filhas Charroquinha e Charroquinhita aparrcerrem, serrem caninas, cada uma puxou um brracinhe du pólve e cumeçarrem a andárr à volta. O Pólve parrcia uma mumia enfaixáda nus sês prróprrios brráces! Ê cá via tude desfucáde...Levantei-me e pedi ó polve que me dissesse onde tavem os livrrinhes sobrre Setúbal. Que o ajudarria a voltárr ó Márr, esse grrande local de liberrdáde. Eu e a nha familia toda levámes a noite touda a arrumárr a biblioteca e colocámes os livrres que faltavam. O Shourr dirrectourr ficou que nem pósse, agrradeceu e ainda me deu um carrtão que dá dirreite de desconte de 50% dos livrres ali expóstes! Mais tárrde perrcebi que nem se querr os livrres tão à venda...Bem o que intrréssa é que acabou em bem quié assim ca gente gósta.

24/01/13

Tempurrál da Cidade de Setúbal

0 charrôques Escarrapachades

Este fim de semana teve um tempurrál du carráças, foi memo brrutal, deixou a cidáde de Setúbal em báixe de fórrma, ou seja, nã fez difrrença dnhuma. Fui dárr uma passeáta por ali ao pé dos golfinhes de cimente toudes pintádes, apá no outrre dia tive uma discussão porr causa daquile. Oulha...táva um lá a dzêrr caquile erra embalsamáde, tinhem tirráde as trripas toudas, limparrem e metrrem palhinhas secas perrfumádas parra nã chêrrarr mal, ê tenhe que ouvirr com cada uma. E que tinhem matáde os golfinhes parra depois tarr ali em mamarráche...Ê cá chegue même à conclusão que há munta malta de Setúbal que têm ferráde de chouque das 
veias emvezde sangue... Bem ma nã erra diste quÊ querria falárr...este sábade ia inde desta prra melhórr ou piórr sabe-se-lá! Começarrem a falá rr em alerrta verrmêlhe mas eu pensava que erra o Benfica que ia jegárr cá da nossa cidade e que ia haverr a confusão do costume, mas mai tárrde é que perrcebi que vinha lá uma ventania brrutál. Tinha-me ódesquecide duma cena lá da Marrgarrida do Sáde e voltei pa trrás. Cuméça uma ventania assim sem mai nem ménes, tive que me agarrárre a um caixóte du lixe, mas aquela porrcarria tinha ródas e se desliz´va, mais parcia uns carrinhes de rolamentes mas com habitáculo, tive que me metérr lá dentrre, ná parráva de andárr e clárre foi embatérr num poste, só tive tempe de me agarrárr da tampa do caixóte e esparrtinhousse toude e a tampa soltousse paquele vente... Quando dei porr mim táva a voarr porr cima das trrainêrras em dirreção da Trroia, erra perrnas prra cá, erra perrnas prra lá, parrcia um daqueles relógios de parréde a fazérr tic-tác só que ali nã fazia. Nã parráva de subirr e de esvoaçárr, só sei quande dei porr mim, abrrandou um pouque o vente e a sórrte é que fui estatelárrme toude ó comprride e à larrgurra tamein d'arreia da Trroia. Doeu mais que daquela vez cu entalei do feche das cálças quande eles ainda errem de férre...Agórra é só plástiques que fazem mal ó ambiente e nos prrejudiquem, epá dêxa lá insse que tá perrdide da Trroia! Ah pois é... Ê cá nã tinha ide lá desde que alterrarrem aquile pós riques, parra aqueles que têm da mania que são riques, parra aqueles que querrem serr riques e parra aqueles que são riques à conta dos que querrem serr riques, bem resuminde, não havia manêrra dnhuma de entrrarr em algum daqueles edificios. Eu táva num estáde lastimavel...porr trrás dum daqueles megahoteis camandam uma luzes pós olhinhes dus Setubalenses prrós deslumbrrarrem, vi um emprregáde a fumárr um cigarrinhe, apá iste já se sábe quié cena de filme e que tá semprre um pauzinhe a jeito do chão e que pegames dele e vai catrrapumba da nuca e o homem nem chega a murrerr quisse dá munte jeite pó futurre duma pessoa. Prrontes a estas hórras já ê táva vestide cu fatinhe mais linde e o senhorr ficou de trrás duns arrbustes. Cumecei logue a serrvirr acepipes com forrmátes munte esquisites, mas ê cá querria même érra sairr dali prra fórra. Vi a porrta de saída, larrguei o tablêrre cus cópes, ainda ouvi grrites mas aquile fiu fegirr pá zona dos bárrques quisse ê cá sabia munte bein donde erra! BEM, quande foi pa comprrarr o bilhête e me disserrem o prrêce assim de repentemente inté pensei que me tavem a venderr um bote pecanine, mas não, erra même aquile e eu nã tinha népiase eu virrê-me pó homem e disse: - olha...apá...ê cá pague-te quande chegárr ó outrre láde, atão nã me cunheces? Atão o Russe o mê prrime tamein é mai cunhecide quê sei lá e o mê prrime zarroulhe que até têve prra casárr com a, a, aquela parriga que sabe fazerr uma caldêrráda marravilhósa, agorra na me alembrra o nome, mas o que intrrêssa o nome dela agórra? Dáme lá o bilhête de ida que já tive diste que chega! Lá consegui e fui prra Setúbal du ferribóte que tá même feie...querria irr apanhande o frresquinhe pa cárra mas táva de chuva e tive que irr a olhárr pós plasmas, errem tantes que nã me plasmou náda o blhête serr taõ carre!
O que intrréssa é que sobrrevivi e cheguei a casa qnem um pinte toude ensupadinhe! Ó Marria faz lá umas torradinhes quié prra mim aquecérr...

22/01/13

O Charroque vai du elevadorr

1 charrôques Escarrapachades

Há coisas même diabólicas, mas há coisas que são uma porrcarria diabólica. Ê cá deteste elevadorres, a sérrio aquile nã é prra mim tante que eu cá comprrei uma trrainêrra e nã comprrei um titanic porrque caquile tem elevadorres e dá verrtigens claustrrófóbicas. Ê quande erra pecanine andava semprre a sunhárr com elevadorres, erra cada pesadêle...prrimêrre sunhava cu elevadorr ia só até ó 5º andárr e quande ê cá arreparráva do contadorre já aquela porra ia no trrinta e tal...e ê pensava mas iste tá du céu? E às vezes senháva que o elevadorr começáva a andárr prra baixe até ó mênes 20 e tal, apá aquile já ia do centrre da terra?Bem du outrre dia ia eu à casa dum amigue e fui de elevadorr cuma senhorra ca alcofa que devia terr vinde lá du nósse Merrcáde du Livrramente. Eu ia toude acagaçáde e um becáde tense. Já iames prra cima, senti uma merrda qualquerr a fazerr cócegas das perrnas, devia de serr a rama duns grrêles quaisquerres da alcofa, mas naquele mumente ê cá sei lá o quié que pensava, amandei um salte do suste capanhei que acabei porr darr uma joêlháda no sáque que trrazia os chóques, saltam tude pó chão, desatei a patinárr naquela merrda touda prrêta du chão, acrreditem que ê cá bem tentei, mas chega a pontes quié impossivel. Só tive tempo de lançarr os brráces pó árr pa tentarr agarrarr qualquerr coisinha...Uma mão agarrousse ó pingarrêlhe du alárrme que o elevadorr ficou a grritarr a sirrene, a outrra mão agarrousse à boca da senhorra quê cá porr cagagésimes de segundes inda pensei que fousse a nha salvação...apá mas quande dei porr conta vei a dentadurra touda atrrás e acabei cu cu no chão onde tavam os choques toudes desmagádes... O estrronde foi tã grrande cu elevadorr parrou logue e a dentadurra foi parrarr ó chão. Ficames ali parrádes um bcáde, o tempe da melhérr acharr a dentadurra no meie dus grrêles e dus choques com tinta... A mlhérr ficou cuns dentes de meterr mai mêde quê sei lá. Passáde um bcáde quande nos abrrirrem a porrta ficarram même párrves a olhárr, porrque ê cá tinha o caguêrre toude cagáde e a boca da senhorra tinha a mêma tonalidade...Apá caganda verrgonha, os elevadorres dão nesta merrda.