04/10/12

Cobrra du Trroino

0 charrôques Escarrapachades
Apá...nunca a nha rua foi tã faláda come agórra. Atão agorra inté temes cobrras de 5 métrres a andárr pu esgoute. Mas a verrdáde é ca cóbrra anda même aí! Iste tude cumeçou quande eu ia munte bein a andárr da rua e de repentmente sai du esgoute uma ganda cóbrra, apá eu cá até parrcia uma ave rárra à avoárr pa trrás caté bati ca bilha du chão. Bem a cobrra alevantava a cabeça duma manêrra que parrcia uma meloa de lingua de fórra e só fazia erra ssss ssss ssss, e eu com uma vontáde de sairr dali prra fórra e nã consegui, 

comecei a meterr da cabeça que táva a ficarr hipnótizáde pu biche, que nã me mexia...só ódespois é que perrcebi que tinha o cu das calças prrêse dum ferre que fazem parrte das óbrras de santa engrrácia da nha rua. Dei uma árrda dali prra fórra que mai parrcia o um golfinhe a nadárr com fate de banhe aérródinamique (ache que nã se diz assim, aMARRérrodinamique, ma depois nem toudes conseguem dzêrr!). Os dias passarem tem havide muntes cáses porr causa desta cóbrra. Um dos mai faládes, porrque os homes vão à casa de banhe e nã tomem atenção, foi o clube de eunuques que se está a tentárr sediárr aqui no bairre. Ficarrem sem o dite cuje e sentem-se injustiçádes porrque a cóbrra afinal de contas vai serr semprre maiórr có deles. A cóbrra tem crrescide a olhes vistes, os prrimêrres avistamentes apontavam prra 1 metrre ou 1,5 métrres, mas aquande da noticia do correie da manhã, já tinhem passáde um fim de semana, a cóbrra já tinha 2 métrres. Iste tem semprre uma explicação cientifica, a cóbrra passou um fim de semana e grrande e deve terr cumide bastante e deste mode crresceu mais cum bole feite só de ferrmente.
A verrdáde é que Setúbal tem aparrcide munte pouque das nuticias lá pá cidade de Lisboa e a malta deve terr inventáde iste só pa eles virrem aí feites otárrios e falárr da nossa cidade, e iste fez-me penssarr que poderriamos lançarr boátes munta louques só pá malta aparrcerr e acabárr porr passárr das nossas lojas e fazerr umas comprrinhas. Já tou même a verr, "Ratazana gigante despeláda atáca cóbrra du Trroino".
Entrretante iste teve um aparráto policial munta grrande, erra cárros da GNR com luzes a catrrapiscarr porr toude o láde, erra especialistas em cóbrras, erra equipamente especial e aquáse que fecharrem a rua perr causa disse. O GNR disse que irriam revolverr o bairro pa acharr o dono da cobrra e eu cá disse "mas isse vai serr fácil, quande apanhárrem a cobrra é só irr verr a culeirra!"a culeirra!"

19/09/12

De Zundap pa Manif

0 charrôques Escarrapachades

Tinha side um almoce bem passáde naquele dia 15 de setembrro, pxinhe assáde, batatinha czida e um bom vinhe pá afegárr o pêxe. A malta começou tude com desculpas que tinha que fazerr e acontecerr e eu alembrrei-os pa nã se odesquecerrem de irr á manifestação, iste no case de se andarrem a sentirr aperrtádes...é clárre que munta malta nã vai porrque nunca sentiu outrra coisa, semprre uma vida de labuta e até pensem que isse é norrmal. Ma nã é, acrreditem q'este nove hitlerr porrtuguês, o nove regime fascista eurrupeu, a trroika ca mérrda do FMI têm que evapurrárr daqui prra fórra. Juntes vames conseguirr, eu sei. Antes da manif táva sózinhe e pensei, apá tênhe que fazerr qualquerr coisa pa soltárr alguma adrrenalina. Lembrrei-me logue de outrres tempes em quieu tinha mai tempe e fui masé terr cu mê prrime zarroulhe e pedirr-lhe a mota zundap emprrestáda e fui relembrrárr os vêlhes tempes...aquile nã pegou logue às prrimêrras, começou a tussirr um bocáde, depois a cacaquerrejárr e ódespois lá arrancou. Capacete no alte da cabeça cheie da estile lá fui, nã admirráva nada que tude olháva prra mim, as pessoas é que dão munte valorr ó dnhêrre e pensem quié porr terrem uma Harrley Deivissom que têm mai estile. Fui andande ca bicha até à volta da pedrra, fazende alguns êsses e currvinhas deitáde prra me habituárr áquile. Parrei pa beberr um café e um bagacinhe só prra aquecerr o motorr, já táva fárrte daquelas converrsas da malta do campe que só falem de batatas e couves e vim-me emborra. Voltei prra setúbal e quande cumeça a chegarr o fim de airres, logue asseguirr ós hamburrgêrres de minhóca, deitei-me toude nessa currva caté chêrrave de perrte o alcatrrão!  Um bocáde depois já sabem que cumeça a descerr e cu culminárr é même a descida da cubata! Apá...cumecei a acelarrárr, o punhe já táva toude esticadinhe du máxime, a parrtirr dali só su parrtisse. Foi então quieu fiz aquele grrande numarro de ficarr toude emprracháde porr cima da mota pa ganharr mais uns digitos de kilometrros á hórra. Ali deitáde em cima da zundap, a sentirr o vento dirrectamente dus olhes, os muscles da cárra a serrem abanádes, senti-me uma liberrtação, senti-me livrre, senti que me crria sentirr mai vezes assim e que nã me deixam. Apá com este pensamente só parrei em casa, faltavem 5 minutes pás 17h e eu tinha um encontrro com o povo setubalense prra conquistárr de volta o que é nósso. 
Apá Coelhe...Tu lárrgas pêle?

25/07/12

T-Shirt Charroque - Ed. Limitada

0 charrôques Escarrapachades
Esta Tcherrt tá même linda e vai serr um sucesse. O desenho é em serrigrrafia num dourrade vêlhe em tcherrt castanho chicláte! Prrêce 15€. Reserrva já a tua pó email charroque@gmail.com ou passa na loja. O dono da tcherrt recebe um cerrtficáde com o númerro da tcherrt.

02/05/12

Signos à Setubalense

2 charrôques Escarrapachades


Esta Semana temes a prrevisão dos signos a cárrgue da Superr Prrevionoligista Signatárria Taróloga Cartomante Margarida Fernandes com o seu blog http://tarologamargaridafernandes.blogspot.com/.

Carrnêrre 21/3 a 20/4
Carrta Duminante: Amurrouse
O raie du Carrnêrre anda ali du limite da marriquice, o que faz acontcêrr com queste tipe de signe sintasse um bcáde atarrantáde no que tóca a dzerr que gósta deste e daquele. Iste é comó vente qua báte lá das velas da trrainêrra e vai passar dum instantinhe (hehe aquile nem velas tein agórra me alembrrei), porrque a sóce ou parriga que são deste signe tein mai fórrça ca fatêxa entrrelaçáda lá du funde du márr. Tem que tárr à cóca porrque lá du trrabalhinhe vai perrderr qualquer coisinha, eu sei que parece impossível, porrque só falta même perrderr a roupa que tá no corrpinhe,mas…nunca se sábe. A este nível prrofissional tá vigarristas ós molhinhes especialmente aquela malta canda semprre a crravárr e a pedirr dnhêrre emprrestáde.
Consêlhe: Em vez de andárr à mocáda teins cusárr o sentimente lá du funde durrante estes dias. 

Toirro 21/4 a 21/5
Carrta Duminante: O julgamente
Iste nã tá lámunte favorrável pó sê láde, já na bastáva os córrnes e agorra iste. Parréce que que a nivel de amizádes é mais umas facadinhas das costas e porr insse vais andárr tipe dinamite com o pavio currte, munta nerrvouse même. Tens que deslárrgarr o tabáque e aquelas ginginhas logue pela manhã ca saude nã tá o que erra. Vai haverr uma gande mudança a nivel familiárr mas nã é daquelas que contrrátas a emprresa dasmudanças pa te mudárres pa casa de sonhe com pxina e vai mudárr munte a tua vida. Nã gastes mai cáquile que tens, porrque o dnhêrre vaite fegirr das mãos qnem arreia da prraia e além disse nã tens feite outrra vida.
Consêlhe: Pensa masé aquile quié imperrtante prrá tua vidinha.

Gémeos 21/5 a 20/6
Carrta Duminante: A róda da forrtuna
Grrandes acontecimentes ao nivel do curração mas és tu que vais mandárr disse tude, mas é clárre que te vais meterr num ganda mólhe de brrócles. Andas da córrda bamba e nã te sentes nada segurre e oque faz com que o univérrse vá desabárr toude em cima de ti. Nã consegues prregárr pestana e nã dórrmes népias porrque é só pensamente négrres qnem o ferráde de chouque.
Consêlhe: Acrredita no Charroque quiá emti pois o destine tem uma oporrtunidade prra ti.

Carranguêje 21/6 a 22/7
Carta Duminante: O Munde.
A sua vida familiárr tá à grrande même. A nivel amurrouse tás um desbucáde, na te calas a falárr de qualquerr manêrra aquile que sentes mas à conta disse é só susexo. Nã penses ca vida é só amorr e concentrrate mas é mais a trrabalharr cu patrrão nã desgrruda os ólhe de ti e ainda se lembrra de lhe terres batide do carre dele. Nã vais conseguirr baterr chouque munte bem esta semana.
Conselhe: Nã ligues ós outrres e faz aquile que te derr na real gana. Tátude a teu favorr se te esforrçárres.

Leão 23/7 a 22/8
Carrta Duminante: O Diabe.
Parreces um polve cheie de brracinhes pa contrrulárres tudinhe. Isse vai crriárr um grrande emmarranháde na tua párrte emocional. Nã ponhas tude du lixe e lê os documentes come deve de serr porrque nem tude o que vem du curreie é publicidade. Tás tese qnem um carrapau e parrece cu dnhêrre vem de carroça pa dentrre do tê bólse. Porr isse nada de malequices a gastárr aquile que nem tens. Os póles das árrves tem tendência pa senfiarrem dus narrizes e fazerr alérrgias.
Conselhe: Andas semprre das manóbrras cas pessoas prra tÊ prróprrio beneficio, achas essa merrda bem? Pensas nisse.

Virrgem 23/8 a 22/9
Carrta Duminante: O Mago.
Porr terr trrabalháde munte vais culhêrr os frrutes, mas é come se tivesses podrres e achêrra munta mal porrque não vais arrecebérr mai dnhum aérrio porr causa disse, pele menes prra já. Andas falinhas mansas cu tê amorr e corre tude às mil marravilhas. A saúde tá impéc.
Conselhe: Nã queirras fazerr tude ó même tempe, uma coisa de cada vez se não ainda trrupéças da alcatifa. Deves terr mais a mania que sábes tude e isse dá confiança.

Balança 23/9 a 22/10
Carrta Duminante: Amurrouse
Vais terr mumentes de andárr só à mocáda e porr isse uma grrande desequilibrrio emocional à tua volta. Andas completamente perrdide à perrgunta duma respósta mas só com otempe é que chegas elá e até lá vais gastárr munta latim. A nivel prrofissional tá à manêrra e nã deves de gastárr mai có que pódes prrque andas têse qnem um bacalhau sêque e nem prró café consegues juntarr uns cêntimes. Deves de  andárr mais a pé pormeie da Serra da Arrábida sóte fazé bein, andas ca cabeça munte cansadinha de tanta ressáca seguida.
Conselhe: tens cólhárr prra frrente e decidirr pa que ládes é que vais virrárr, querrvás dirreitinhe ou te estampes prrái, mas tens que decidirr e nã ficárr a olhárr boi pa palácio.

Escorrpião 23/10 a 21/11
Carrta Duminante: O Dependurrade.
Ca fórrça e deterrrminação toda que tens nunca vas terr prrisão de ventrre e chegas lá semprre. Sentimentalmente querres tude à tua manêrra e consegues serr cháte até mainão e alcanças aquile que querres. À tua volta andem mai pirranha quieu sei lá pa te fazerrem a caminhano que toca ao láde do trrabálhe, tem cuidade não te robem tamein as canetas de cima da secrretárria. Porr cáusa dus nérrves andas com grrandes prroblêmas de flautelência e porr isse nã admirra querrem lixarrte lá du trrabálhe.
Conselhe: Liberrtate das redes de pesca psiculógicas que prrendem e que te fazem alembrrárr o passáde cheie de sofrrimente caté parrciem enzois a rasgárr a cárrne.

Sagitárrio 22/11 a 21/12
Carrta Duminante: A Estrrela.
É amigues a montes mas alguns são du feicebuque e é só falsidádes, dizem que gostem de ti mas ódespois vão lá prró café dzêrr mal de ti. Prrecisas de selecionarr melhórr as amizádes e come se diz hoje, fazêrr uma limpeza, deixós falárr. No trrabálhe na pássas da cêpa tórrta, nem pa trrás nem pá frrente, é piórr có ferribóte em dia de navuêrre. Tens que terr cuidadáde cus acidentes doméstiques vai dárr de cerrtezaabsoluta mais uma cabeçáda no sitio do costume lá da sala ou cuzinha, nã há come evitarr. 
Conselhe: Tás com sorrte e na deixes damandarr a malta pa tpodes os ládes que têm que irr, assim conseguirrás afastárr pessoas mázinhas.

Caprricórrnio 22/12 a 19/1
Carrta Duminante: O Errmita.
Destrróca os ólhes, tirra as ramélas e ólha bem pá frrente. Nem tude o que brrilha é ourre, podemême até serr uma mijadéla do cão du vzinhe nas tuas perrnas ó sol. Se achas candas a ganhárr um ganda parr deves falárr com a pessoa que góstas sobrre isse ou então dárrlhe um porradão paque aas coisas entrrem du carril outrra vez. Nã chórres na frrente do chefe ou du patrrão, insse nã tá bem. Tens que tomárr uns speeds pa verr se arrebitas.
Conselhe: Deixate de merrdas e olha masé pó candas a fazêrr, olha pa ti come se tivesses a olhárr pa um filhe e diz-lhe masé pa se porrtarr bein que chegas lá.

Aquárrio 20/1 a 18/2
Carrta Duminante: A Imperratrriz.
Caganda fase pós aquarrianes. Vais tárr prrutegide sabesse láporr quein em todes os sectórres. Tens que tárr atente ós sinais du Univerrse nã vás levarr com algum metiorritico pa cabeça. Tens candarr bem fucáde prra perrceberres cas oporrtunidades andem ó láde e temes que porrnesnafrrente delas. Lá du trrabálhe grrande expansão mai nã seja porrque te vão darr uma cadêrra maiorr, parrece.
Conselhe: Aceita tude o que te querrem que tu faças, vais terr sucesse, até aquela cena de comerr 4 trravessas de chouque frrite com 23 imperriais. Vai pá frrente!!!

Pêxes 19/2 a 20/3
Carrta Duminante: A Forrça.
Tens uma ganda amigue que mexe ben os corrdelinhes e vaite ajudarr no trrabálhe. Vais verr gandes mudanças desta árrea, vão mudarr a secrretárria de sitio, penso eu. Tens que ajirr ca tua forrça toda e mai firrme ca pedrra da anicha, vêm aí grrandes lutas mas vais ganhárr semprre mai nã seja porrque és um ganda batutêrre. A situação familiarr vai andarr mai complicáda cás contas que tens que fazerr todes os dias pa nã conseguirr pagarr as contas.
Conselhe: Nã baixes os brracinhes, luta porr aquile que acrreditas, mas nã te esqueças de porr desodurrizante quisse já deve chêrrarr a pêxe podrre.

11/04/12

O Charroque explica o verrmêlho do Férribóte

0 charrôques Escarrapachades

Apá o Belmirre anda même àbusarr da sorrte. Prrimêrre, tipo pirrata conquista a Trroia, põe bombas dus prrédios páquile virr tude abaixe, ódespois même de má fé resolve pintarr os ferribótes cainda erra o bárrque do pove de verrde alface-a-darr-pó-láde-do-ranhe-dum-pute-ranhose-que-se-limpa-das-mangas, é uma corr que ningueim gósta ainda porr cima tinhamos o verrde Vitórria e eles nã quiserrem saberr disse. Nã tá cerrte...mas ê cá quande soube apá mas afinal o gáje vai repintarr aqule merrda toda de novo, pensei, ele reconsiderrou e vai orrgulhárr os Setubalenses do sê feite. Pensei, bem o melhórr quê cá fásse é começarr a orrganizárr um ganda comitéde admirração das pinturras dus ferribótes. Falei com montes da malta e lá consegui convencerr uma teca jeitosa. Fomes todes em marrcha munte calma ali pá zona donde atrraquem os ferribótes. Eu quande lá cheguei prreguntei se táva tude bein ma disserrem logue quê cá tinha que terr tude legalizáde...e ê cá perrguntei "Atão ma que porrcarria de papeis tênhe eu que terr?!?!" disserrem logue "atão nã sábe que tem que terr o a perrmissão de obserrvação de barrques a serrem pintádes à distância? Isse é prrecise cu requerrimente entrre por fax lá da reparrtição hoje ainda em regime super especial, ok?" Lá fui eu duma ganda currida à reparrtição bescárrr o requerrimente...os papeis tavem esgutádes ma disserrem logue simpaticamente que podia ir fazerr o daunlóde do saite e que tude ficava mai fácil, aquela cena do simplex pirex, bem fui da casa do russe cainda táva a meterr gel do cabele prra irr pá manisfestação, o cabrrão de merrda como órrdnáde que eu cá lhe dou nã pagou a interrnete tive que me irr emborra prra irr pagárr aquela merrda, fui ao multibanque mai prróxime, táva da fila, aquile nunca mais andava...cumeça-me a cherrarr a gás e ê cá desconfiei caquela cena toda ia explodirr, atão nã tavam a tentarr arrebentarr caquile tude?!!??! Fegi e ouvi a explosão â distãncia mas já táva doutrre multibanque, tá va um daqueles crrómes a pagárr mil contas pu multibanque, apá mas esta gente nã tein ma ná da que fazerr?!?!? "Apá sóce...achas quisse é o teu poste de trrabálhe ou quein? Sai mas tenhe mai que fazer..." Lá paguei a interrnet fui de fugida pa casa dele, entrrei lá du saite e fiz o downlóde daquile tude cainda tinha que imprrimirr e prreencherr aquile tude prra entrregárr porr fáx. Saquei o documente dum instante e quande fui prra imprrimirr a merrda da imprressora nã tinha tinta...apá mas o quê inste?!?!?  "Apá Russe tens aí chóques com tinta?????" "Tênhe Charroque!" e eu cá disse "Atão trrás lá insse e uma serringa" Lá meti o ferráde lá pa dentrre do tinteirre e funcionou às mil e mais que marravilhas! Prreenchi aquela porrcarria toda dum instante, o que nã sabia inventei e fui aos correios amandarr o Fax. O emprregáde disse-me que só se podia mandárr fáxes até às 16h e erram 16:02, eu cá virrei-me prra ele e disse "olha, tás a verr o quê cá tou averr? Nã tás poi não? Vê lá masé se nã querres verre um Sêle de culeção du valorr de cinquenta eurros quieu te pespegue da cárra. Atão toma lá um supápe pus ólhes que ficas a verr melhórr e amanda mas é lá a porrcarria du fax pó destine...e lá foi o fax. Fui a corrida munta grrande lá pó pé da malta pa verr a cena, mas quande cheguei nem querria acrreditárr! O Ferribóte tinha avançáde pa terra adentrre prra cima dos Setubalenses duma maneirra que eu nem querria acrreditarr, munta violência e à conta do sangue dos Setubalenses o Ferribóte fico pintáde de verrmêlhe. Um verrmêlhe de sangue, um sangue do sofrrimente dos Setubalenses, foi aí que eu perrcebi ca merrda da Trroia já num é nossa. Querrem maiorr prróva queles dizerrem ca cidade mai prróxima de Trroia é Lisboa?!?! Apá sóce...vai masé tencherr da mosca!

Queima das Fitas

0 charrôques Escarrapachades

04/04/12

Tcherrts Feicebuque

0 charrôques Escarrapachades
Nã podia fáltarr a óde ó Feicebuque!

28/03/12

Tá os ósses a montes do Trroino

0 charrôques Escarrapachades

Há munta gente cainda nã sabe mas aqui do Trroine e mai prroprriamente da rua da nha loja descubrrirrem-se ósses de pessoas. Pois é même verrdáde! Andem toudes a dzêrr que foi cas escavações das óbrras ma nã é verrdade, fui eu que tive a infelicidáde de descubrrirr...Táva a darr uma voltinha pu bairre, quande táva a passárr pelas Cárritas, a porrcarria do bólse das calças táva route e cairrem as moedas toudas ali même em frrente da pórrta...Apá vierrem de lá um batalhão de gente prra apanharr as moedas, começarrem a esgrravatárr cuma gana tã grrande caté parrciem daqueles carranguejes que se querrem enfiárr da arreia do marr. Em menes de nada começarrem a aparrcerr montes de caveirra e ósses même ali debaixe dos mes prresuntes, ê cá nem querria acrreditárr naquile! A malta da óbrras quande viu meteu logue as mãos à cabeça, ma távem logue ali os arrquiólegues que se quiserram logue amandarr ó trrabálhe. Apá come muntes sabem já lá vai uns lárrgues meses e eles continuem a descobrrirr ósses a montes. Ê cá ande desconfiáde queles tamein andam a comerr munte coelhe e frranguinhe porrque ê cá os veje toudes a entrrarr ca marrmita, devem de comerr lá e ódepois atirrem os ossinhes toudes pó chão e tapem prra depois adescubrrirrem do dia seguinte, acrreditem! Aquile é sáques e sáques do jumbo cheios de ósses a sairr dali toudes os dias, ó prrencipio até desconfiei se os burráques nã terriam um tunel escaváda até ao cemitérrio velhe...Bem, mas adiante as obrras não adem pa frrente nem pa trrás e a tenda tá même montada. Eu tou aqui a montarr um prrojéte que serria bom prra toudes e nã empatava ningueim e os arrqueólegues continuavem a trrabalhárr. Serria o prrimêrre Centrre Cumerrcial de Arrqueologia. Em prrimêrre lugarr tirravasse a tenda e colocavasse vidrro resistente porr cima das escavações, tudo com sistema de controlo de ar e temperraturra. Serria uma estrrturra subterrânea com uma pequena lojinha onde se poderria venderr amostrras de ósses que já nã intrressem e tcherrts do Charroque da Prrofundurra com essa temática. Assim passavames da rua e viames lá porr baixe os arrqueólegues ca escuvinha dos dentes a desviárr pedrras munta grrandes, é porr isse que leva o sê tempe. Serria um sucesso e poderria serr uma situação sustentável. Assim poderriames perrceberr melhórr o se trrabalhe, porrque essa cena da tenda munta grrande tárr touda fechadinha cheirrame a esturre, aquile lá dentrre andem a dzêrr quié só grrandes raves e festarrólas, do outrre dia uma vizinha disse-me que prra desanuviárr até daçam com esqueletes! 
O prrigue diste levárr munte tempe é que daqui a pouque os arrquiólegues vão começarr a descobrrirr ósses dos prróprrios colégas arrquiólegues!

Dia das Mentirras

0 charrôques Escarrapachades



Tcherrt brranca: 10 - Corr: 12 - Correio: 2/cada
Encumendárr prró email: charroque@gmail.com

16/03/12

Fisioterrapia de Mála

0 charrôques Escarrapachades

Já lá ia eu mais compestinhe ca mine du buche a pensarr que táva sáfe, já da rua arrelampejousse uma luminosidáde dos mês olhes que fiquei tã ceguinhe qnem uma galinha quande lhe corrtem a cabeça e cumecem a andarr desásadas dum láde prró outrre tipe bola du pimbóle? Querr iste dzêrr que cumecei a porr os brracinhes prra frrente pa verr se nã ia contrra alguma parrêde e pisei uma porrcarria qualquêrr que cumecçou a ganirr tipo um cão quande é pisáde? E o piorr é quêrra même e ainda levei uma dentáda du calcanhárr e ai cumecei a pulárr ó pé cuxinhe...nem vos digue nada, ceguinhe e a pulárr daquela manêrra parrcia o saci perrérré brranque a prrecisárr de lições de brraile. Tá viste qnã podia acabárr melhórr cáquile que cumeçou… aparrceu a dona do cão que com os mês sáltes levou fuêrráda com o joêlhe pus quêxes, nã gustou e acabou porr fazerr fisioterrapia ca mala da nha cabeça, afincou-me uma caneláda da perrna boa, fiquei coxe da duas e caí du chão!

15/03/12

Chuva de Grranize...

0 charrôques Escarrapachades

Apá...tava agórra ali da rua quande cumeça uma trravuáda tã grrande caté os taipais das obrras do forrum luisa todi se ouviem ó longe… catrrapum, catrrapum, catrrapum e aquile nã parráva ne porr nada. Eu sou um home currajouse mas do márr já apanhei munta cagáce e veisse tude à alembrradurra e comecei a andárr mai deprressa. Amandasse uma grranizáda com uma bágamunta grrande mais parrcia uma carrapnháda da Valenciana mas sem saborr dnhum. Apa´sóce mas o quié quié iste? Olhei prra cima e levei cum bágue mai durre que mai parrcia grranitique, qual grranize. Fiquei um bocáde atarrantáde e prrontes tive quirr beberr uma mine prrá aquecerr prra verr su grranize descongeláva.

14/03/12

Carrinhes de Rulamentes

0 charrôques Escarrapachades
Afinal cada vês tames mais exigentes e manientes até ca diverrsão. Se vás andárr de bicicléta já nã podes aparrcerr cas mólas das calças prra nã se encalacrrarrem da crremalhêrra e irres ca frrounha ó chão. Tens quirr vestide duma misturra munta panisga quié uma espécie de bailarine com agente do filme da Matrrix, vai tude de licrrazinha bem agarradinha ó courrpe e têm que levarr ócles escurres e nã podem serr comprrades ali opé da bomba do ferribóte! É mochila de márrca, geis alimenticios, atão mas uma banana nã serrvia prra isse? Cá prra mim serrvia prra isse e munte mais. Iste tude prra dzêrr que me alembrrei dos carrinhes de rulamentes, apá caganda adrrenalina que aquile dáva. Nós é que constrruiames aquile tude e nã havia cá márrcas de carrinhes de rulamentes, as únicas prrotecções quê cá me alembrre de averrem erram calças de bombazines com os joelhes em nápa, qual joêlheirras todas xpto! A malta pegáva duma tábua rectangulárr, mais duas ripinhas, espatávames um rulamente na ponta de cada ripa, prregávames aquile uma ripa atrrás e outrra à frrente com currdél prra conseguirrmes virrárr. Apá havia uns mais durres de cú caté umas napas almufadádas prregavam prra porr o caguêrre mais amorrtcide. Porrque um carrinhe de rolamentes tem munta ciência, aquile crria tanta trrepidação mas tanta quê um dia ainda me alembrra de virr a descerr pa Quinta Alves da Silva com uma ganda árrda e os cárres pensavam quê cá ia a apitarr prra eles se desviarrem e erra masé os gandes pêdes quê cá amandava porr causa da trrepidação. Esse fenómeno ainda hoje já tá catalogáde come Trrepeidação porrque assim se explica a si mêsme. Também dum dia resolvêmes fazerr uma corrida na Rua Arronches Junqueirro, aquela quande se vai prró mirradourre. Errames quátrre carrinhes e como se sábe nã é dnhuma modalidáde desporrtiva oficial nã aparrceu a bófia prra mandarr parrárr o trransite a as pessoas, foi tude imprruvisáde. "Parrtida lagárrta fegida!" assim se ouviu a grrande parrtida e logue a velocidade verrtiginósa e barrulhêrra paquéla rua abaixe. Quátrre carrinhes de rulamentes como se deve imaginar ocupavam aquela faixa de rodagem quase touda...as pessoas mais habilidósas ainda saltavam pó láde ou ainda se amandavem prró chão em desespêrre, mas a dada alturra ums dos carrinhes embáte même das canelas da muleta dum home que vinha a subirr coxeande, o homem dálhe a frraqueza cai même prra cima du mê prrime e este leva-o a cavále, iiiiiiii a veloidade é quierra piorr, táva mai pesáde! O cóxo agarráde ó pescouce du mê prrime aquáse cu sufocáva, ainda teve parra aprresentarr queixa crrime, mas achou que dava munta trrabálhe. Eu a tentárr alcançarr o mê prrime ia batende duma papelêrra, tive que amandarr uma pésada da parrede e o carrinhe lá se desviou mas fiquei tou de ladéques a derraparr até cu cão que saía da loja ruby levou um tamanhe fueirradão, coitáde, mas endirreitou o carrinhe e já távames a chegárr cá abaixe. Apá tá o coxe ca outrra muleta a amandarr purrádas do mê prrime e as pessoas aquerrerrem fazerr ajuntamente e nã sei porrquê achei que aquile nã ia dárr bom resultáde se a gente nã deslárrgásse da mão os carrinhes de rulamentes que tante trrabálhe nus derram a fazêrr! Fugirrames dali prra fórra, dêmes a volta ao lárrgue da meserricórrdia e voltámes prra valenciana prra beberr uma carrapinhádas porrque a cede táva a montes. Áhua, a minha carripana de rulamentes é melhórr cátua! 

13/03/12

Tcherrts Pó Dia du Pai

0 charrôques Escarrapachades
Tcherrt brranca: 10 - Corr: 12 - Correio: 2/cada
Encumendárr prró email: charroque@gmail.com

08/03/12

Dia da Mlhêrr

0 charrôques Escarrapachades


Apá hoje nã dêxa de serr dia de trrabálhe e um dia munte atarréfáde, mas ê cá tênhe quirr bescárr aquile sem fálta, é imporrtante. "Russe eu vou ali e já vênhe mas nã demórre prraticamente nada quiste é rápide!" Lá fui eu...logue ali, mal tinha cumeçáde a dárr córrda ós sapátes já táva ali o Chique Zarroulhe com uma cárra..."Atão Chique o quié que foi pá sóce?" "Apá Charroque ê cá ainda nã tou em mim...a nha mlhêrr tá semprre a reclamárr cómigue...é porque iste e porrque aquile, no outrre diadzia quieu nã limpáva nada, resolvi pegárr do aspirradourre e cumeçárr as limpezas, apá havia caganitas do hamstérr porr todó láde e eu vá de limpárr e aspirrárr, limpárr e aspirrárr...a porrcarria do ráte pelude só prra me encalacrrárre eu ficárr mal viste enfiousse du tudo do aspirradourre e empaturrou a máquina touda. Tive que desligárr aquile e quande tirrei raie do ráte tinha a bógas todas prra fórra ma táva vivinhe. A nha mlhêrr quande viu o bchinhe disse cu biche devia de andárr com falta de viste e que tinha quirr ó médique dos ólhes dus rátes, mas isse existe? Tá tude párrve ou quê, mas ê cá tive caladinhe qnem um ráte que foi o melhórr quê fiz...", O Charroque arrematou "Apá sóce, a converrsa tá munta boa mas ê cá tênhe que fazerr...abrráces ó ráte bugalhude, põe sourro fizianalógique quisse pássa" Pisgueime dali prra fórra e fui buscárr aquile. Ein, nã pode serr...o mê prrime vem ali même opé da estátua das atadurras du meie da Luisa Todi, apá tênhe que fugirr, desatei à currida porr cima dus canteirres, aquela porrcarria tá cheie de tubes de rega automática, mas eu é que automáticamente trrupecei neles e parrcia um moinhe vivo a esbrracejárr e aquase a cairr e fui parrárr ó meie da estrráda même ca frrounha du chão... Vinha de lá uma caminéte teve que trravárr com touda a forrça assim a módes ca forrça duma prressão univerrsitárria ca cabou porr dárr merrda da grróssa e o camião teve que se desviárr e acabou porr terr que gálgárr o passeie. Levantei e fui masé buscárr aquile que táva dificil de lá chegárr. Tinha que sêrr e encontrrei a nha prrima e vá de falárr "Apá Charroque tou passáde com o tê prrime que nã alevanta o cu prra náda, é chegarr a casa e só se sábe queixarr da tendinite cu comande da televisão lhe fãz, ca ponta dus dedes ficam todas negrras dus jorrnais e cu chulé nã sai dos chinéles..." e eu disselhe "Tens razão prrima mandalhe abrráces mas ê cá tênhe même quirr buscarr uma coisa..." Lá fui eu, ah finalmente conseguir chegárr à loja das flourres e lá conseguir comprrárr uma florr munta linda pa nha mlhêrr amanhã acurrdárr e terr esta grrande surrprrêsa! Pensem cu Charroque é só brruteza? É só escamas, pêxe, forrça brruta, oleo das máquinas? Quande a gente querr somos munte mais...

23/02/12

Um telemóvel destes toude cheie da escamas e nhanheca de pêxe

0 charrôques Escarrapachades

"Apá Russe dáme lá o telemóvel quê cá tenhe que chamarr o Chique Zarroulhe prra me resolverr esta situação!" O Russe toude atarrantáde à perrcurra do telemóvel de cú prró árr no meie das redes de pesca lá da Marrgarrida do Sáde, lá encontrrou e disse "Apá Charroque um telemóvel destes toude cheie da escamas e nhanheca de pêxe, nã tens curra dnhuma!" "Dá lá isse masé. Tim, toin, tin, tein, tain, toin, tuin, tin, tá Chique? anda cá da trainêrra quê nã consigue orrientarr o motorr e o Petinga hoje nã aparrceu porrque a prrima dele caiu même à porrta de casa porrque táva um cagalhão de cão daqueles ca malta nã os apanha e ela inda porr cima foi baterr ca dentadurra na óptica dum merrcedes, tás me a verr? Navês porrque a camarra da frrente do telemóvel tá toda besuntáda..., aquile só em dentes e ópticas vai serr uma ferrtuna e a coitáda parréce que ainda ficou com os juêlhes nuns trramboulhes parrecem duas alfurrecas esfrrangalhádas...apá Chique mas deixa-te de converrsas parrvas e anda masé prráqui que faz munta falta!" O Chique pegou no sê mata-vêlhes e desatou a acelarrárr pa rua abaixe. Néénn, nénn, nan, néééénnnnn...aquela máquina nã párra, é brrutal! O home nã descansou enquante nã chegou à trrainêrra. "Atão pá Charroque, quié que tu querres pá sóce?" "Olha o motorr nã péga porrque parrece que tá ali um pinglête solte e nã faz o motorr atrracarr e tá a funcionarr em sêque... O Chique Zarroulhe virrousse pó Russe e disse "Apá vocês são semprre a même merrda!" "Vocês sabem porrquiê que esta marreta se chama farramenta univerrsál? É prra exprrimentarr semprre antes de qualquerr coisa, o quê que tiverrem a fazerr, ca quela grráde de minis vazias e cascas de pistáchios ali du chão já imagino o trrabálho árrduo quisse deve terr side este tempe todo...O Chique Zarroulhe aponta a marrêta toda prra trrás, faz um ameáce e de seguida dá a porráda final, apá o homem táva um bcáde desorrientáde, acerrta ó láde même du pipo do extintorr de segurrança, aquela porrcarria começa a esvoaçarr com uma pujança que quande o Charroque se agárra àquile ainda foi a rojarr até prra fórra da trrainêrra, o Russe naquile desata a correrr mas já só conseguiu apanharr o charroque num monte de redes que tavam porr desenmarranhar, tinha os biques dos sapátes todos gástes. O Charroque alevantasse e diz "Apá malta embórra lá prra casa que hoje já suámes a montes e já chega de trrabálhe porr hoje, embórra lá até ali ferrarr o dente duma bifaninha ali da Adega dos Passarrinhes".

O Charroque da Prrofundurra virrou pêxe

0 charrôques Escarrapachades


Adurrmeci...táva mai cansáde cum burrinhe daqueles da fêrra canda às volta sem parrárr e sem sabêrr prra onde vai que nã arrecêbe nada, mai parrecem outrres burres come nós! Bem...mas já táva a sonhárre e, espétácle! Táva a verr o funde do márr e conseguia respirrárr lá de baixe e tude, táva même das 0prrofundurras do márr. Abrria a boquinha e saiem bulhinhas e fartávame de comêrr coisas caninas. Andáva niste e nã sei porrquê deume a fóme prra comêrr uma minhóca, vi uma pendurráda dum arrame, perrcebi que erra um enzól, apá mas havia lá manêrra de eu nã desejárr darr a dentáda du bchinhe?!? Arrefinfeilhe tamanha abocanhadêla que fiquei logue cus quêxes prrêses du enzol! Távasse même a verr, cumecei a subirr cá com uma velocidade, parrcia o superr-homem-aquátique a voárr da água, iste tude foi até à purrseficie! Cá fórra comecei-me a engasgárr, arrepanharrem-me a boca touda e enfiarrem-me dentrre duma casinha de verrga. Aí já nã me conseguia mecherr, tava mai quiête cum camarrão congeláde. Sentia o corrpe adurrmecide e ós sulavanques come se fosse prra algum sitio...O amigue disse "Borra ali à Luisa Todi..." Chegámese entrrámes du sitio e ê cáresolvi esprreitárr pus burraquinhos do ceste de vêrrga, erra um antrro só de ferramentes da morrte dos pêxes, tava lá escrrite, Hermínio Silva. O home que me apanhou dizia "Apá esse materrial que tu me vendeste é du melhórr pá! olha só prra este espécime da prrofundurra. Aquela combinação de enzol especial com bique de oirro e o carreto com aceleração prrogrressiva adptáde com ABS de enrolamente assistide nunca fálha, bem me tu dizias." "Bem vou prra casa que já tá da horra do almoce". Ouvem-se uma alavancas e um baterr de qualauerr coisa "Óh Marria olha só o quê tênhe aqui!" Apá atão o home nã me pega pu rábe e pendurrame e mostrra come se fosse um prrémio dum concurrse qualquerr. A Marria disse "Oh home, dá cá isse se inda querres almuçárr hoje! Home dum cabrrão que nã faz nada..." A Marria agárra em mim pu rábe e amandame cuma forrça da tábua que fiquei cus custádes toudes turrcides e a estalárr parrcia pipócas da fêrra, começa a descamárrme toude desse momente quê cumecei a perrceberr que poderria serr o fim ainda tive o descerrnimente de me virrarr de costas pa quiéla me cuçásse as costa, ainda me soube tã pouque bein, até revirrava os ólhinhes de prrazerr. Bem, mas aquile foi sol de pouca durra, a escama começou toda a levantarr e doia comó...comó...come sei lá! Asseguirr mandou prrá frrigidêrra, aí é que foi o descalábrre, senti tude a burrbulhárr, doia, apoi não que nã doia e foi aí que acabei porr acurrdárr errra a merrda du sáque quente que tinha arrebentáde tode e queimou-me! Apá...eu cá nã querre serr pêxe outrra vez, prrefirro antes cumelos, doi um cadinhe menes.

07/02/12

Nã ódesquecerr o Dia dos Namurrádes

0 charrôques Escarrapachades
Cada tcherrt 10€, mas as duas são apenas 15€ e ainda uma garrantia do namourre. A declarração d'amorr tá même boa, quem comprrarr esta prromoção ganha a declarração mai rumântica quiá. O dia dus namurrádes é já dia 14 de Fevrreirro.

20/01/12

Cenas...

0 charrôques Escarrapachades

Passos agradece “papel” de Cavaco no acordo da concertação social
Cál “papel”?!?!? O de papel higiénique?
http://economico.sapo.pt/noticias/passos-agradece-papel-de-cavaco-no-acordo-da-concertacao-social_136357.html

O Charroque da Prrofundurra a olhárr prró crróme.

0 charrôques Escarrapachades

18/01/12

O Charroque foi raptáde pus aliénes!

0 charrôques Escarrapachades


Iste nã tem même táde nada fácil, tude me acontece. Erra de noite e resolvi irr passeárr ali prró pé dos ferribótes, táva ali à bórrda d'água a pensarr da vida quande cuméce a verr uma luz corr munte esbrranquiçáda mai fazia lembrrarr o monte brranque lá duma das nóssas prráias.
Cada véz mais luminouse e a fazêrr uma barrulhe que parrcia um óverrcrráfte com os pistões a chocalhárr duma manêrra que mai parrcia um carranguêje a dançarr brreikedance com as dubrradiças fólgádas! Aquile crrou-me uma curriósidade brrutal e cada vez eu esprreitava mais. Assim munta deprressa debaixe d'água sai um O.N.V.N.I. (Objécte Nadadourr e Voadourr Não Identificáde) e começa a pairrarr même porr cima da nha cabêça e eu cuméce a olhárr prra cima na dirrecção do céuque játáva toude ilumináde, até se via o Forrte de S.Filipe lá ó funde toude luzidio.
A luz começou a ficárr cada vez mais intenssa, eu ia prra puxárr dus ócles escurres que tinha comprráde dus mês amigues ali même ópé e já nã tive fórrças...fui sugáde come nunca tinha acontecide da nha vida, ok, iste no que tóca ó córrpe inteirre! Passáde um segunde ou mênes já táva eu dentrrode nã sei o quein, erra munta aperrtadinhe e foi aí que eu comecei a imaginárr aquelas reuniões da tamparruérre e coume même um bifinhe, um pxinhe ou um frranguinhe se sente aperrtadinhe num desses comparrtimentes, coitadinhes! Erra assim quieu me táva a sentirr,ma tamein nã chegou a dárr tempe prró querr que fousse, viajámes a velocidade da luz até outrre planeta e enfiarrem-me assim de repente num T mênes que zêrre, aquile erra tã pequene . Assim de repente vime a viverr duma cidade durrante duas eterrnas semanas...
Aquile erra um sistema de vida que nã sonháva a ningueim. As pessoas prra viverr, nã podiem simplesmente existirr, eles tinhem que se esgatanharr toudes a inventárr actividades que foussem trrócadas porr rodélas e papel quiérra prra odespois trrucarrem aquile porr comida e coisas que prrecisassem! O piórr de tude é que aquile erra um sistema que tinha muntes mestrres que só de terrem esse poste ganhavam lógue rudélas e papeis códrrádes à parrtida. É clárre cas coisas não erram de qualquerr manêrra, tinha as suas régrras, mas quande as coisas corriam mal prrós méstrres arrajavam semprre manêrra de alterrárr essas regrras e nós que nos esgatanhavem é que que ficavames semprre fu...funceminande doutrra manêrra. Aquile erra même incrrivél, eu a penssarr que tavam mais avançádes e tinham um sistema toude maluque.
Chegáva a haverr familias que aquasenãcheguem a verr os filhes coume deve serr, é só esgatanhárr, esgatanhárr prraconseguirr as tais rodélas e papeis rectangulárres. Táva eu munta aflite a penssárr coume é que deverria fazêrr prra voltárr prró mê planêta que é munte melhórr. Alembrrei-me que tinha uns enzóes do même casaque de flanêla ós códrrádes e saquei daqueles mai grrandinhes. Empatei 2 dêles com uma linha munta resistente e fui até ó angárr onde tavem os O.N.V.N.I.'s, levava um em cada mão, olhei e ainda faltavem uns 500 métrres prró O.N.V.N.I. que táva já com os motourres quentinhes. Vi um alien parrvalhão,fui pelas costas, espatei um ênzól em cada órrêlha, agarrei das linhas cas mãos e tóca dirr a cavále de alien, um pouque estrranhe mas foi.
Arrepanheilhe mais aquêlas orrêlhas que quande esfóle um cuêlhe! Lá cheguei ao O.N.V.N.I., liguei o GPS prra vêrr omapa, o motorr prra porr aquile a andárr e tóca a andárr prra Setúbal, nunca pensei que fosse tã fácil. Táva prraticamentea chegárr e cumecei a penssarr come erra possível viverr naquelas condições e perrcebi quê cá erra même burre! Muda o planeta mas a porrcarria é a mesma, nós tamein têmes que nos esgatanhárr toudes porr causa duma porrcarria que nos suga toudes os dias e que se chama dinhêrre, apá sóce...caganda mérrda!

Pensarr du nada

0 charrôques Escarrapachades
Hoje quande deslárrguei a trrainêrra, a marravilóza Marrgarrida do Sáde, fui desanuviárr um pouque e antes de irr prrá loja fui correrr um bocáde pela Serra da Arrábida afórra. Apá caganda frrio que táva mass isse comparráde com o quê tinha passáde du márr até parrcia um aquecedorr duma varrêta só. Esta corridas matinais serrvem prra pensarr e orrganizarr melhórr o dia que vem lá. Porr vezes tameim ná se pensa em nada e foi o caconteceu hoje, nã táva ca cabeça em lugárr dnhum. Assim, de repentemente alembrrei-me que nã tava a pensarr em nada e que isse serria um bom tema prra escrreverr esta crrónica. Se uma pessoa diz que nã tá a pensarr em nada parrêce que matemáticamente é ingual a dzêrr que tá a pensarr na mórrte da bzêrra, mas afinal o quê insse de pensarr na morrte da bzêrra? Deve serr o même que dizêrr que táva a pensarr na mórrte do pêxe pedrra pómes já que nã existe e porr conseguinte nã se pode pensarr nisse. A abedorria populárr, nã haja dúvida, tá munta rica . Continuemes a pensarr em nada...fica tude munte fácil, tens um prroblêma, tens que resolverr hoje, se ficárres a olhárr prra ontem...olha cá tá mais um grrande pensamente de se conseguirr nã pensarr em nada! Bem, ma táva eu disserrtande que tinhames um prrublêma, se nã penssárres nada e deixárr andárr, quande chega o dia seguinte tá resolvide de cerrtêza, pode é nã serr da melhórr manêrra! Ma consegui que même semse pensarr em nada, conseguesse resolvêrr munta coisa. Após estes pensamentes acabei de adescubrrirr que é impossívél nã se pensarr em nada! O raio do cérrbrro tá semprre com os neurrónios a funceminárr, ok, tem porr aí munta gente que só utiliza um neurrónio, mas isse deve serr porr causa do motive de poupança enerrgética. Quande perrguntarrem "ah e tal tás a pensarr no quein?" e a pessoa responderr "apá sóce...nã tou a pensarr em nada!" iste é tude mentirra, é só uma manóbrra de diverrsão mental prró sóce nã dzêrr "caganda paspalhão me saiu este sóce..." Só que prra aliviarr tessões dizchesse isse. Porrtantes ê cá quande ia a correrr pela Serra da Arrábida acima, de cerrteza que me passou pela cabeça "os vázes da mérrda derrem cabe da Serra da Arrábida!" e prra que saibam os vázes estames toudes nós incluides, uns porrque fazem outrres porrque deixam. Agórra só vos digue...existe lá coisa mai linda do que verr o sol a nascerr do outrre láde, enquante vou a correrr já na fase da descida até casa. Iste tude prra dzêrrque têmes que pensarr no que têmes, pensem nisse cu Charroque da Prrofundurra tamein! 

12/01/12

A nova loja do Charroque da Prrofundurra

1 charrôques Escarrapachades

Ane nove, vida nova, semprre ouvi dzêrr. Como toudes sabem houve um grrande mumente apocaliptrríque este ane na cidade de Setúbal quande a loja do Charroque fechou. Ainda antes do fim do ane a loja do Charroque da Prrofundurra teve a sua reaberrturra com as mais altas perrsonalidádes da nossa cidáde e, como nunca viste, abrriu do même sitio! Aquele fechamente da loja foi sol de pouca durra, não durrou mais cumas horritas, mas reabrriu novamente sem que ninguém tivesse à esperra. Ele táva o Chique Zarroulhe, o Russe, o Petinga e clárre que tamein que tinha que tarr eu même! A loja táva a abarrotárr e as pessoas saiem pela Rua Fran Paxeco afórra, faziem uma fila imprressionante qui aquáse até à prráça do Bocage. A malta entrráva e ,clárre está, erra logue à ganância prrós acepipes, nãpodem verr nada, ele erra pedacinhes de chouque frrite enrruládes em baicone de porrque acinzentáde alimentáde a bulótas que nã dão gázes ós bchinhes prra nã sofrrerrem munte. Havia çushide sálmnête quié agórra a grrande móda dus restaurrantes, com um moulhe nêgrre superr picante quê cá vou contárr o segrrede, é ferráde de chouque misturráde com malaguetas do váse danha prrima que mórra lá prró Vise e tem uma quinta cagórra lhe chamem de biológica, mas aquile é um cherrête que nãse póde! Bem, pa beberr beles vinhes aqui da região, tinhames então os vinhes do grrande enólgue António Sarramágue (apá nã se arrmem em analfabrrutes e nã diguem quié o escrritourr...), os vinhos Assis Lobo e os de Alcube, uma bela seleção nã haja dúvida. Erra pessoas a comerr e a beberr à brruta, outrres a comprrarr a sua tcherrt perrsonalizáda e até camisólas quentinhas com garruce havia, as crriancinhas sairrem de lá toudas com o barrete enfiáde e alguns adultes tamein... As pessoas diziem que agórra sim, andavem pelos curredourres da loja à vontáde, ecrrãs plasma a passarr imagens de Setúbal, som hiperr-mega-surround-dolby III 10.2 com sons subliminárres pa que as pessoas que entrravem trristes ficassem logue a rirre. Isse foi comprruváde ainda esta semana numa tése de mestrráde pelo mestrre Toino dos Enzóis, que quande saiu da trrainêrra dele, nã tinha pescáde nada, táva com um trrombil mai grrande quma errós, quande entrrou da loja, passáde um bcáde já táva a rirre que nem um perrdide, fiquei da dúvida se tamein nã terria side da garrafinha de tintól cu homem despejou dum instante. O que é cerrte é que saiu bem disposte com uma tcherrt a dzêrr "È cá pesque mais enterra du que no márr!" A loja tem placarres inforrmatives tude em dialecte charroque pa ca pessoas perrcebem tude e nã se perrquem. Os milhárres de Setubalensses que já forrem à nova loja esta semana, nã se conseguem calarr, vestem e usam os sês prrodutes Charroques com grrande órrgulhe e mostrram bem na cárra desse Lisboetas desterrádes que gostem de absorrverr as culturas, fazerr uma ganda michórrdia e venderr tude em saquinhes pequenines e esterrelizádes porr um valórr que nã sonha a ninguém. Bem, quem já tá a sonhárr parra aqui sou masé eu. Tu, que nã foutes ainda da loja do Charroque, tás à esperra do quein? Quê te leve a casa o nouve livrre que acabou même agórra de sairr com montes de histórrias? Já agorra tamein nã querres que leve uma grrádzinha de mines prra acompanhárr?
Aparreçam que vão serr munte bein arrecebides!