01/04/09

Saída à noite comê amigue Russe

Um dia dêtes, depois de descansarr da faina, resolverramos irr sairr à noite. Resolverrames irr a um barr même catita, chama-se Artkafé. Esclhêrrames a melhor camisas de flanela ós códrrados, calça de ganga, sapatinhe de verrniz com meinha da raquête. A mnha camisa ós codrrados verrmelhes e prrêtes. Erra noite dum grrupe quia tocarr caté já vi mais cuma vêz. São os grrandiosos Texabilly Rockets, grrande banda rockabilly!!! Búberrames uma catrrefada dimperriais com pipequinhas salgadiças, eiiiiiiii ficámes mêmo quentinhes! Ôlha, quando a banda começou a tocarr, vincámes aqueles calcanharres du chão e toca de abanarr as pontas dus sapates. Erra o verrniz a brilhar naquele barr! Eia o rockabilly é même fixe. Ficou tudde a olharr prra nós, távames a darr espetácle. O Russe atão, com aquele tamanhe, já tava à mandarr cadeirras prró chão. Opá, atão nã houve um marrcoline qualquerr que disse "olha, os pescadores pensam que estão àmanhar peixe com o cú!". Ouve, passei-me logue dus carrêtes e disse "Ôlha, atão tu tás com inveja das garrinas tarrem todas a olharr prra nós? Repetes essa merrda outrra vez levas uma berrlaitada porr esses ólhes adentrre cámanhã tás à apanharr choques com os dentes." O Russe quéde poucas converrsas veio de lá amandou-lhe um pontapé pelo entrrefolhes que home só dizia "ai o mê cocis, ai o mê cocis". Nã sei do que falava, mas devia serr alguma bebida que daquelas estrrangêrras, porrque foi tude prró chão. O pessoal nã tem espirrtio da coisa e fôrrames expulses. Estáva um grrande luarr e acabámes a noite na doca a olharr prrá Marrgarrida du Sade e a pensarr "sim tu, nunca desapontas aqui o mestrre Toino!"

4 comentários:

Espiga disse...

Á pá môce dixóvites! Tá meme du engrraçade, á pá! Já m'mijê pas perrnas abáixe!

Pespireta disse...

vites?? a vida é même anssim. uns mijem-se outrres cagueeemmm-se. a vida é même ansim. andarrem, cairrem, basarrremmm

beijitos doces

shampô decapante disse...

Finalmente um blog, que dignifica o dialecto sadino, em todo o seu esplendor. Qual paneleirices do mirandês, eleve-mos o dialecto sadino ao pódio Desculpem estar a escrever em camone?

http://shampodecapante.blogspot.com/2008/06/carta-ao-sr-primeiro-ministro.html

riotxedge disse...

brriadinhe pela vesita, é cá tamen ache uma ganda pandleirrice essas outrras forrmas de falarr, parece tude de Uisboa...